Uma casa com quintal era um dos sonhos da designer Vanina para o novo lar que abrigaria ela, o marido Gian e as duas filhas, Julia e Luisa. A vontade de estar cercada por verde era latente e guiou a escolha do endereço, mas a verdade é que nem precisou de muito esforço para se apaixonar pelo espaço que a família visitou em 2019: um sobrado com dois quintais e mais amplo do que o antigo apartamento em que moravam. Já estava certo que aquela mudança iria acontecer, o lugar só precisava de alguns ajustes. “Na primeira visita, nós adoramos os acabamentos originais da casa, o piso de granilite e as janelas grandes. Mesmo que na época o quintal fosse mal aproveitado, todo de cimento e usado como varal gigante, vimos um grande potencial ali”, lembram.  

A paixão pelo imóvel fez com que eles preservassem muito de sua estrutura e os estilos dos ambientes, mas a cozinha e a área externa receberam uma boa repaginada. Comandada pela arquiteta Teresa Mascaro, a reforma propôs a quebra de todo o piso do quintal para fazer a troca por grama e placas de fulget. Na parte interior, o importante para o casal era que a linguagem do projeto original, assinado por Zanine Caldas como engenheiro, fosse mantida. E assim foi feito. A partir disso, a decoração foi revelando a história dos dois e acrescentando identidade em cada canto do novo lar.  

casa de família com quintal e decoração de afetiva
Casa de família com jardim e quintal

O casal se conheceu quando trabalhou junto em uma editora. Vanina era diretora de arte de uma revista e Gian era editor de outra publicação. A designer e o jornalista começaram a dividir o mesmo teto em 2011, em um sobrado. Julia já era nascida e aquele espaço formou um verdadeiro lar para os três. Um ano depois, em 2012, se mudaram para um apartamento maior com a chegada de Luisa. Já em 2019, conseguiram vender o apê e vieram para a casa que se tornou um lugar de acolhimento e boas lembranças, ainda mais com o convívio constante por conta da pandemia. “Acredito muito na energia dos lugares, sinto logo se existe algo pesado ou não quando chego em uma casa. Aqui temos uma energia bem leve, de amor mesmo”, diz Vanina. 

Atualmente, Gian trabalha na ESPN e Vanina é diretora de criação do Westwing. Parece óbvio que a casa seria repleta de tendências e escolhas interessantes para decorar os ambientes, mas o toque pessoal fica por conta das experiências de cada um, principalmente de Vanina. “A troca diária no meu trabalho com outros amantes de decoração na equipe também me ajuda a aprender e experimentar novidades. Inclusive, isso é uma característica forte em mim que se reflete na casa: gosto de mudar as coisas de lugar, nosso lar é vivo mesmo”, reflete. A pesquisa constante e o interesse por novas técnicas e materiais revelam o olhar criativo da designer também na produção de suas próprias peças, espalhadas pela casa. Quadros pintados por ela, itens de cerâmica, uma coleção de folhas guardadas dentro de livros e obras de outros amigos artistas completam a casa. 

casa de família com quintal e decoração de afetiva

As viagens são inspiradoras para o casal, que traz artesanatos, pôsteres, vasos e outros objetos encontrados no meio do caminho para o lar. Gian tende ao estilo mais moderno, enquanto Vanina ama visitar antiquários. Mas o que não fica de fora é a mobília que vem de diferentes lugares: além dos móveis que os dois juntaram ao longo dos anos, outros são de família e guardam consigo um enorme carinho. Na sala, a escrivaninha usada para apoio de decoração era do pai de Vanina. Já a cristaleira chinesa acompanha a moradora há mais de 15 anos, desde a sua primeira casa. E no meio de tantas memórias, as filhas vão criando mais outras, ocupando os ambientes e sugerindo novas composições.  

“A casa tem um pouco de cada um, isso é muito importante para todos se sentirem bem. Por isso o cuidado com cada detalhe. É um lugar muito especial para nossa família”, dizem. Mesmo com eles morando no espaço há pouco tempo, a sensação é de muito afeto na rotina: os filmes com pipoca aos finais de semana, as criações no ateliê, o tempo aproveitado no quintal e os momentos juntos durante o almoço e o jantar são curtidos intensamente. “Cuidamos e valorizamos muito o que temos, guardamos histórias, temos milhares de álbuns de foto registrando momentos da nossa vida e do cotidiano”, conta Vanina. Afinal de contas, é a interação entre a família e seu lar que traz mais significado ao dia a dia.

Texto por Natália Pinheiro | Fotos por Leila Viegas