logo_westwing-JPEG

Quer conhecer uma casa incrível e de quebra descobrir onde encontrar as peças usadas na decoração? Então acompanhe com a gente essa série de histórias! Todo mês visitaremos um lar inspirador junto com o WestwingNow: a loja online do Westwing com produtos que estão sempre disponíveis e entrega mais rápida de milhares de peças. Sim, é o estilo Westwing que você já ama, só que agora em uma curadoria fixa. Demais, né?

Uma tela branca esperando por cores e contornos: essa é a definição do lar que ganhou forma pelo olhar curioso e cuidadoso de Louise e Eloise. “Na reforma, foi muito importante para nós que a arquitetura pudesse funcionar quase como uma tela ou um suporte para os objetos e detalhes – e até para as histórias – que vão trazendo vida ao espaço”, contam. Na primeira vez em que visitaram o apartamento, as duas se surpreenderam com o fato de ser um duplex: “Nunca passou pela nossa cabeça um duplex, só sabíamos que queríamos um andar alto, bem iluminado. Como ele fica no 16º andar, penúltimo do prédio, dá também impressão de cobertura”, explicam. Mas esse foi apenas um dos muitos pontos positivos que conquistaram as moradoras.

As janelas amplas permitem que a iluminação do apê mude conforme o dia passa: durante a manhã, o sol preenche o andar de baixo e dá um toque especial para o acordar. Já no período da tarde, a luz quente e dourada faz um show particular para as moradoras no andar de cima do apartamento. A luz é tão bonita que essa característica do imóvel foi levada em conta na hora de criar o projeto de reforma com o amigo e arquiteto Alberto Rheingantz.

Além disso, a importância dada aos detalhes e ao uso pontual e certeiro das cores tem uma grande influência da profissão das duas. Louise é designer e fundadora do studio ouieieee, enquanto Eloise é coordenadora de comunicação do MAM, o Museu de Arte Moderna de São Paulo. No apê, os livros de design e as obras de arte que elas começaram a colecionar juntas vão revelando um pouco mais desse universo de Louise e Eloise, que viram no minimalismo uma forma de dosar, com equilíbrio, os estímulos visuais da decoração. “Trabalho com muitas cores e acho que quis um ambiente mais seco, onde elas são reveladas apenas dentro dos ambientes: na parte interna do armário tem um azul que é escondido pela cortina; o banheiro traz um verde claro e o lavabo, à noite, tem uma luz vermelha… esse lance de revelar as cores aos poucos é uma das coisas que a gente queria no projeto”, conta Louise.

Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Vaso John Laranja, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
No sofá, capa de almofada Silvia e manta Roma, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Cachepot em cimento Olivier ll, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
No sofá, capa de almofada Silvia e manta Roma, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Vaso John Laranja, do WestwingNow

Quando decidiram se mudar para o apartamento duplex, muita coisa trocou de lugar. A escada foi revertida para o seu ponto original; o piso da sala foi substituído; a cozinha e o lavabo foram repensados para que o ambiente tivesse mais fluidez; e elas ainda fizeram o banco de concreto que fica logo abaixo da janela. E isso tudo foi apenas no andar inferior! Subindo as escadas, outras alterações aconteceram: o banheiro foi inteiramente refeito para acomodar uma banheira; o piso de tacos foi recuperado e um armário de alvenaria tomou conta do espaço, ajudando na divisão de ambientes.

Além da reforma, muitos objetos e móveis interessantes ocuparam os espaços em branco – literalmente – dos cômodos. “A gente fez a mudança e não deixamos uma caixa de lado. Colocamos tudo no lugar em dois dias: móveis, eletrodomésticos, plantas, objetos… quisemos nos mudar já com a sensação de que esse lar era vivido, com jeitinho de casa”, lembram. E para completar a decoração e trazer ainda mais personalidade, o Westwing entrou nessa história com diversos itens que deixaram a Louise e a Eloise apaixonadas. No WestwingNow, a loja online do Westwing com curadoria fixa e entrega mais rápida, as duas encontraram os detalhes que faltavam para a casa ficar incrível.

Entre a enorme gama de produtos do Westwing, o que se destacou aos olhos das moradoras foram as cerâmicas e os vasos: “A curadoria é bem legal e a variedade dessas peças foi muito interessante, pois na hora de escolher pudemos mesclar bastante”. Além disso, os itens de mesa posta, como os lugares americanos e os guardanapos de tecido, ajudaram a dar outro visual para a área da cozinha e jantar. Além da seleção bacana, o WestwingNow surpreendeu as moradoras com a agilidade no envio: “Tudo super rápido e o atendimento foi muito bom!”.

Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Garrafa Canelada Âmbar, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Vaso em Vidro Nanda II e Candelabro Copas, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Capa de almofada Silvia, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Vaso Adam Verde, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa
Cachepot Elsa ll, do WestwingNow
Apartamento com piso claro decorado com tons neutros, madeira e plantas no Histórias de Casa

Outros objetos e móveis vieram de leilões, antiquários ou foram herdados de familiares. “Temos várias peças de família, ou de viagens que fizemos… cada coisa tem uma história e uma característica específica. De certa forma, a gente vira meio colecionadoras de objetos, papéis de viagens, livros, revistas, plantas…”, refletem. Essa coleção, porém, tem alguns achados preferidos, como é o caso das pequenas esculturas de pedra que Louise trouxe da Etiópia, ou de um livro de fotografia dos anos 80 presenteado pela mãe de Eloise. Em cada lugar do apartamento, existe uma obra de algum amigo ou um presente especial: um baldinho de gelo do arquiteto Jorge Zalszupin; o conjunto de copinhos de cristal ou os pesos de papel de vidro vindos do antiquário de um grande amigo.

Para guardar – e também revelar – tantas histórias, a escolha pelo minimalismo foi acertada. “A gente gosta do respiro para deixar os móveis e objetos terem espaço. Pessoalmente, gosto de ambientes leves que vão sendo ocupados aos poucos, então acho que isso acabou vindo de forma natural, com o branco e a madeira sendo nossas escolhas principais”, conta Louise.

E o que confirma o êxito das duas nessa caminhada em busca de um lugar ideal é a paciência e apreço pelo tempo certo dos processos: “Visitamos mais de 60 apartamentos até encontrar esse. Assim que abrimos a porta, a energia era ótima, solar e leve… sentimos de alguma forma que iríamos morar ali. É nosso segundo apartamento juntas, mas ele é muito especial porque a gente pensou em tudo mesmo. E até hoje mudamos, adicionamos coisas, enfim… a casa é viva”.

Texto por Natália Pinheiro | Fotos por Felco