De malas prontas: Trancoso

Descubra as belezas naturais do sul da Bahia com as dicas do Villa Se7e

É uma delícia mudar de ares de vez em quando, né? E se tem um assunto que a gente ama tanto quanto decoração, é viagem! Pensando nisso, criamos uma coluna nova muito especial. Além de trazer dicas interessantes para quem vai viajar, queremos ir a fundo em cada cidade ou destino, e o melhor jeito de fazer isso é conversando com quem mais entende do lugar: seus moradores. As matérias dessa coluna são boladas por colaboradores convidados por nós – pessoas que admiramos por seu trabalho e que de quebra vivem em cidades incríveis espalhadas pelo mundo. Vamos viajar juntos?

Dizer que Trancoso é inesquecível não seria exagero. Quem já teve a oportunidade de conhecer esse pedacinho encantado da Bahia certamente guarda lembranças especiais. Nós estivemos no vilarejo ano passado a convite da Fernanda Dias Andrade e do Marcel Marques Leite, criadores da ecopousada Villa Se7e, e nos apaixonamos pelo clima descontraído e acolhedor do lugar. Além da beleza natural de praias paradisíacas e das casinhas coloridas tradicionais na região, Trancoso pode ser interessante em muitos sentidos. E ninguém melhor para compartilhar ótimas dicas de viagem e alguns segredos do vilarejo do que a Fernanda e o Marcel. Espia só:

SUL DA BAHIA por Villa Se7e

Trancoso é um lugar muito autêntico. Sua identidade e estilo nasceram da fusão dos nativos que herdaram a influência dos jesuítas e um legado caboclo de construção, com os primeiros turistas alternativos, que redescobriram este vilarejo no sul da Bahia. O resultado é uma comunidade cheia de vida e alegria, com muita simplicidade. A arquitetura trancosense também é um reflexo desse encontro e se tornou referência de forma despretensiosa.

TRANCOSO

Do Quadrado até o Rio da Barra: linda caminhada para conhecer as praias ao norte, onde começam as falésias multicoloridas e o Rio da Barra encontra com o mar. São cerca de 3km sentido norte com apoio de praia, mas é importante checar se a maré está baixa.

Praia das Tartarugas: uma pequena praia exclusiva e de natureza exuberante. Possui um bistrô no alto da falésia e um clima intimista. Entrada pelo condomínio Terravista, a 5km do Quadrado, sentido norte – reservar com antecedência.

Do Quadrado até Itapororoca: no sentido sul, também é possível fazer uma bela caminhada de aproximadamente 5 km. Não há apoio de praia, porém a recompensa vem em forma de muitos corais e piscinas naturais pelo trajeto na maré baixa.

Praia de Itaquena: uma exuberante praia deserta recortada por corais e pequenas enseadas. Boa para a prática de surf durante o inverno e perfeita para fazer um piquenique e passar o dia. É mais especial ainda na maré baixa, e fica a 7km do Quadrado.

QUADRADO

Passeio no final da tarde: Aproveite o fim do dia para explorar as lojas instaladas em casinhas típicas e também conhecer melhor o artesanato local. Vale terminar o passeio com um brownie com café orgânico no Santo Café, ou um açaí na Lua Verde Saladeria. Noites de lua cheia são um espetáculo à parte, pois ela nasce atrás da famosa igreja de Trancoso – é uma cena imperdível.

Gastronomia: A região possui ótimas opções de restaurantes, a maioria ao redor do Quadrado, então vale a pena explorar a gastronomia enquanto estiver por lá. Não deixe de conhecer o Capim Santo; Jacaré do Brasil; Floresta; Silvana e Cia; Tao Chá; Ciclo e Cantinho baiano.

PRAIA DO ESPELHO

Uma vez em Trancoso, conhecer a Praia do Espelho é um passeio imperdível. É uma das paisagens mais bonitas do Brasil, com piscinas naturais rodeadas de corais e vista para as falésias que parecem ter sido pintadas à mão. É fundamental se programar para ir na maré baixa, pois com maré alta o cenário muda completamente. Fica a 29km de Trancoso.

Trilha do Espelho até Caraíva: Com 9km de caminhada, esta é para os amantes de longas trilhas. O passeio conta com um visual paradisíaco, uma praia com sequência de lagoas na areia e chegada pelo Rio Caraíva. É uma experiência única!

Onde comer e se hospedar no Espelho: Para o almoço, sugerimos o Sushi da Mel e o Restaurante da Silvinha. E como apoio de praia e hospedagem, duas opções ótimas são: o hotel fazenda Calá e Divino; e a pousada Bendito Seja.

CARAÍVA

Caraíva é uma vila autêntica e cheia de personalidade, com natureza exuberante e vida noturna alegre. A 45km de Trancoso.

Praia da Barra: Um ponto estratégico no encontro do Rio Caraíva com o mar. Água de coco e sol garantidos o dia todo.

Caminhada de Caraíva até a praia do Satu: Outra trilha imperdível, de 5km. A recompensa são 3 lagoas na areia, a alguns passos do mar. Na volta, vale uma parada no barzinho super pitoresco do lendário Sr. Satu.

Restaurante Areia Branca: Um lugar especial de gastronomia e relaxamento. Vale a subida de barco pelo Rio Caraíva em meio ao manguezal e muita mata atlântica ao redor. É um espaço alternativo, com comidinhas e drinks deliciosos para passar um dia diferenciado. Na volta, tente fazer a descida de boia pela correnteza do rio.

Mais restaurantes e forró: Indicamos também o Boteco do Pará; a cachaçaria; o Bar do Porto e o restaurante Jacarandá, que ficam na vila. Para dançar, conheça o Forró do Pelé e o Forró do Ouriço.

Fotos por Maura Mello

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 9

  1. Amo Trancoso… estive em dezembro… hospedada em uma das casas mais charmosas-Casa Bem te vi – arquiteto Rômulo Carvalho

    Responder
  2. Só Deus pra fazer tanta beleza

    Responder
  3. Estou querendo ir pra Porto Seguro em agosto, foram úteis essas dicas aí!

    Responder
    • Oi, tudo bom? Que demais!
      Com certeza vai gostar muito. Depois nos conta se aproveitou as dicas. 🙂

      Responder
  4. Estive em Trancoso e não achei nada disso, tem praias lindas +++ já fui em praias +++ perto tão lindas quanto lá. Comida detestei, não voltaria lá só se for de graça. Tudo muito caro gostei +++ de Porto Seguro, lá sim voltaria.

    Responder
  5. Lindo!!! Sou Baiana e nunca conheci, mas pretendo. Parabéns pela reportagem.

    Responder