Uma casa Mid-century na Califórnia | Capítulo 2

Em Los Angeles, uma bela reforma deu fôlego novo à construção antiga

Para quem visita a casa da artista e designer de interiores Christa Martin e de seu marido, Geoff Katz, no bairro de Bel Air, em Los Angeles, é impossível não se encantar com toda a atmosfera do lugar. Desde os cães que recebem animadamente os visitantes até a arquitetura imponente, mas acolhedora, com amplas janelas de vidro que revelam a paisagem das montanhas de Santa Mônica, tudo faz parte da experiência única de se estar ali. Com muita luz natural, conforto e boas companhias, Christa considera que a fluidez entre a vida do lado de dentro e a vida do lado de fora é justamente o ponto alto de morar na Califórnia: “Cresci em uma casa típica de rancho, com portas de vidro para um belo pátio e quintal com oliveiras e lírios. Tínhamos um cachorrinho que entrava e saía o dia inteiro, assim como meus irmãos e eu”, ela lembra.

Na casa atual, o clima é parecido, mas se hoje a construção se encontra em ótimo estado e muito bem ocupada pelas coleções do casal, é bom recordar que ela nem sempre foi assim. Quando eles descobriram o lugar, a situação era bastante diferente, porém com uma grande reforma Christa e Geoff conseguiram ressignificar todo o potencial do espaço. “A cozinha original era pequena e fechada, então a abrimos para a sala de jantar e adicionamos a ilha”, eles contam. Nesse projeto, a posição da pia foi um tanto quanto estratégica: ela fica ao fim da bancada para que tenha vista para as montanhas. Além desse diferencial, o pé-direito alto e as janelas no teto são pontos fortes do cômodo, que prioriza também as superfícies de trabalho espaçosas para cozinhar ou produzir arte.

O banheiro principal é outro ambiente que merece destaque. Sua área, antes dividida em dois cômodos pequenos, foi unida pela reforma e transformada em um grande espaço, com portas de correr que dão acesso direto para a piscina no quintal. “Agora podemos olhar a vista enquanto estamos na banheira e ficar meio dentro, meio fora da casa”, diz Christa. Os fechamentos de vidro no alto da parede também foram uma solução inteligente do casal para aproveitar a iluminação natural no local e mantê-lo arejado.

Como não poderia deixar de ser em um lar rodeado pela natureza, as árvores e montanhas da paisagem foram parte da inspiração para a paleta da casa. As nuances neutras e texturas naturais dos materiais arquitetônicos deixam a função de colorir a decoração a cargo dos acessórios, como louças, vasos, tapetes, quadros e almofadas adquiridos pelos moradores ao longo dos anos. No quarto, também com bastante branco, um mapa antigo se destaca na parede de cabeceira: “Ele é da Feira Mundial de São Francisco de 1939. Foi presente de um amigo, porque moramos lá antes de nos mudar para Los Angeles”, conta o casal.

Para Christa e Geoff, uma casa não é um lar sem animais de estimação. Por isso, a presença dos cachorros Agnes e Chloe, ambos resgatados, é uma parte importantíssima da rotina. Isso sem contar com as visitas de Luigi, o pet do vizinho que fica com eles quando o dono viaja. “Os três se amam”, eles dizem. Aliás, entre humanos e cachorros, amor é justamente o que não falta nesse lugar. Elegante, mas ao mesmo tempo muito descontraída, a casa tem bem o clima da Califórnia.

Texto por Yasmin Toledo | Fotos por Maura Mello

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 2

  1. Linda casa! Parabéns!

    Responder