Jeito próprio | Capítulo 2

Um apê que reflete o estilo dos moradores sem grandes reformas

Para quem não trabalha na área de arquitetura e decoração, montar uma casa sem ajuda pode ser uma grande dificuldade, porém a modelo Jessica Pauletto e o fotógrafo Rodrigo Bueno se saíram muito bem nessa empreitada. Eles deram a sorte de encontrar um apartamento já reformado no centro de São Paulo, mas também fizeram questão de acrescentar melhorias aqui e ali. “Um dos maiores desafios foi tomar a decisão de restaurar o piso de madeira e esperar que ficasse como a gente imaginava. Tivemos que tirar todos os móveis, nossos bichos e ficar uma semana fora do apê”, ela lembra. Felizmente, a aposta deu certo no final, assim como as outras ideias que eles tiveram.

Simples e charmosa, a cozinha tem um quê de fazenda ou de casa de campo. A bancada amarela de cimento queimado ajuda a dar essa sensação, assim como o piso de caquinhos. Essa parte já estava pronta quando o casal se mudou – os nichos sob a bancada eram abertos, mas eles preferiram fechar com armários para facilitar na organização diária. “Na parede, colocamos a prateleira com ganchos que encontramos na feirinha da Praça Benedito Calixto. Decidimos que a cozinha teria uma cara mais rústica mesmo”, os moradores contam. Ambos trabalham como freelas, então o uso do espaço é intenso, pois quase todas as refeições são feitas em casa. Por isso mesmo, queriam tanto uma cozinha acolhedora.

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

A inspiração para a decoração do quarto de Jessica e Rodrigo foi mais do que especial: as cores da gatinha Sushi influenciaram a escolha de tons do espaço. A ideia do casal era montar um lugar de paz e conforto, então cada detalhe traz essa delicadeza. Pedras colecionadas, objetos garimpados em viagens, uma cabeceira fofinha e fotos cheias de histórias ajudam a moldar o refúgio perfeito. Ao lado da cama, a estante de trilhos com módulos encaixáveis faz as vezes de escritório sem pesar no visual.

Outro recanto importantíssimo do apartamento é o banheiro do casal. É ali que fica um dos elementos favoritos da moradora: a banheira. Para melhorar ainda mais o ambiente com jeito de spa particular, a parede lateral da banheira possui uma imensa janela que deixa a cidade à vista. As tubulações aparentes no teto foram pintadas de branco e são um charme à parte, junto com as plantinhas que se espalham pelo espaço.

A Jessica e o Rodrigo não seguiram um estilo específico de decoração em seu apartamento. Na verdade, se precisassem definir seu jeito de decorar, eles já teriam uma resposta na ponta da língua: “O nosso!”. Então foi assim, com liberdade e sem perseguir tendências, que o casal chegou à fórmula perfeita entre urbano, rústico, vintage… enfim, uma mistura das mais autênticas. Como os dois cresceram em casas com bastante espaço e quintal, eles buscaram trazer esse clima para o apê. Isso explica a quantidade de plantas, o afeto nos detalhes e a vontade repentina de sentar no sofá e se aconchegar com todos os bichinhos ao mesmo tempo: Ringo, Clara, Mel e Sushi.

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 8

  1. Gostaria de saber de onde são os criados mudos… Adorei!

    Responder
  2. Muito lindo, amei! Qual é o nome da plantinha do banheiro que tem flores vermelhas? Eu sou a louca das plantas dentro de casa rsss❤

    Responder
    • Oi Allyne, tudo bem?? Deu pra perceber que também adoramos plantas né? Quase todas as matérias do blog têm, rsrs. Essa planta da foto é um tipo de Columéia. 🙂

      Responder
  3. Queria dizer que eu amei esse escritoriozinho no quarto e me inspirei bastante para fazer um do tipo desse aqui em casa, porque talvez fique mais em conta do que uma mesa de escritório!
    Vocês sabem dizer de onde são as prateleiras e as peças para pendurá-las?
    Parabéns pelo conteúdo, meninas! Sou fã de carteirinha das histórias de casa!

    Responder
    • Oi Giovana, tudo bom?
      Ownnn, que amor e que orgulho. Super obrigada pelo carinho e por acompanhar nosso trabalho de pertinho… O móvel do escritório foi feito com cremalheira (como são chamados os trilhos de parede) e prateleiras que normalmente são vendidas junto. Dá para encontrar em home centers (uma Leroy Merlin, por exemplo). Seria legal ir em uma loja (e não comprar online) para conseguir explicar para o vendedor as medidas que precisa certinho. Beijos

      Responder
  4. Maranta Triostar na verdade 🙂

    Responder
    • Oi! Tem Maranta também, mas ela está apoiada na banheira (e essa espécie não dá flores).
      Bjs

      Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa