Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

Foi a paixão por imóveis antigos que levou a assessora de comunicação gastronômica Lena Mattar e o arquiteto e desenhista Fabrizio Lenci, sócio do escritório Vapor 324, a darem uma chance ao apartamento de 80m² na rua da Consolação, um dos endereços mais movimentados de São Paulo. Construído na década de 1940, o prédio baixinho os conquistou, porém o apê em si não lhes pareceu tão promissor: “A planta ainda era a original da época, então a configuração era um pouco estranha e os espaços muito escuros.”, lembra Lena. Apesar dessa primeira impressão, os dois insistiram na reforma e apenas cinco meses depois o lugar se transformou em uma morada acolhedora e com a cara do casal.

O projeto de Fabrizio começou a partir de um layout totalmente novo no qual as proporções dos ambientes foram repensadas. Se antes os quartos eram maiores do que a sala e a cozinha estava mal aproveitada, agora a área social integrada e repleta de luz natural vai de encontro às necessidades dos moradores. Mesmo com grandes mudanças o apartamento ainda manteve certos traços originais, já que a arquitetura atual revela um pouco da antiga: as vigas foram expostas para mostrar onde havia paredes, os dutos do prédio, pintados de preto, cortam os cômodos e até os tijolinhos da sala trazem provas de quando a construção foi erguida – alguns deles ainda preservam a logomarca da fábrica de tijolos, por exemplo.

02-decoracao-apartamento-integrado-cozinha-aberta-ladrilho-hidraulico

03-decoracao-corredor-parede-tijolinho-branco-bicicleta-apartamento

04-decoracao-parede-tijolinho-branco-cabeca-bicho-zebra

05-decoracao-parede-tijolinho-branco-bicicleta-apartamento-quadros

06-decoracao-parede-tijolinho-branco-martelo-antigo

Acabamentos simples e econômicos, como o granito da bancada da cozinha, foram usados de forma inteligente para que valorizassem a decoração sem extrapolar o orçamento do casal. Outro exemplo é a fórmica dourada aplicada em tiras nos puxadores dos armários, criando um arremate inusitado para a marcenaria idealizada pelo arquiteto. “Tudo pode ficar bonito se for usado com alguma intenção”, explica Fabrizio. No espaço preferido dos moradores, que adoram cozinhar juntos e receber os amigos para almoços e jantares, era imprescindível que os apetrechos culinários ficassem bem armazenados e que não faltasse iluminação, por isso Fabrizio reposicionou as aberturas das janelas e desenhou novos caixilhos, inclusive para a porta de ferro que leva à área de serviço.

Para otimizar a metragem da sala de estar o casal removeu a parede de um dos dormitórios e a substituiu por um móvel dupla face – de um lado ele funciona como estante e expõe objetos queridos, do outro é um guarda-roupa com portas de correr. Solto do teto, o armário permite que a luminosidade vinda da janela do quarto atravesse os cômodos e mantenha o ‘jardim suspenso’ sempre exuberante. Muitas dessas plantas vieram do antigo endereço de Lena e Fabrizio, mas na verdade eles continuam comprando novas espécies para completar a coleção. “Gostamos demais das plantas. Com elas a casa ganha mais vida!”.

07-decoracao-cozinha-armarios-formica-dourada-ladrilho-hidraulico

08-decoracao-cozinha-piso-ladrilho-hidraulico-hexagonal-verde

09-decoracao-cozinha-armarios-formica-dourada-fogao-embutido

10-decoracao-cozinha-integrada-eletrodomesticos-vermelhos

11-decoracao-cozinha-retrato-lena-mattar-fabrizio-lenci-vapor324

12-decoracao-cozinha-retrato-lena-mattar-fabrizio-lenci-vapor324

13-decoracao-cozinha-retrato-lena-mattar-fabrizio-lenci-vapor324

14-decoracao-cozinha-retrato-lena-mattar-ladrilho-hidraulico-verde

15-decoracao-sala-estar-integrada-estante-mesa-jantar

16-decoracao-canos-expostos-luminaria-vintage-dourada

A maioria dos móveis e luminárias também foi aproveitada do apartamento em que o casal vivia antes – apenas um sofá ficou para trás. Entre eles existem heranças de família e peças com forte carga afetiva: um retrato em preto e branco, a mesinha de jacarandá que veio da mãe do arquiteto, o sofá que foi de sua avó e ganhou uma nova capa, as bandejas de prata que pertenceram à avó de Lena, um jogo de panelas com fundo de cobre herdado de sua tia e um martelo do bisavô de Fabrizio, hoje pendurado na parede como um ‘enfeite-utilitário’. “Queríamos decorar o apê com coisas que foram da nossa família e das casas onde crescemos.”, contam. Aquisições recentes se misturam a esses pequenos tesouros, como os objetos coloridos trazidos de uma viagem ao México.

17-decoracao-sala-estar-sofa-cinza-quadros

18-decoracao-sala-estar-sofa-cinza-vasos-cacto-cortina-rolo

19-decoracao-sala-estar-cozinha-integrada-tijolinho-concreto-ladrilho

20-decoracao-sala-estar-tijolinho-branco-estante-divisoria

21-decoracao-sala-estar-tijolinho-branco-poltrona-eames-cacto

22-decoracao-sala-estar-tubulacao-eletrica-aparente-branco

23-decoracao-sala-estar-estante-divisoria-plantas-tijolinho-branco

24-decoracao-sala-estar-estante-plantas

25-decoracao-sala-estar-estante-retrato-de-familia

26-decoracao-sala-estar-estante-plantas-tijolinho-branco

27-decoracao-sala-estar-estante-plantas-cachepo-rosa-selvvva

Para o casal, unir os estilos e as histórias dos dois não foi nada difícil. “Nossos gostos batem em quase tudo. Fazemos as escolhas juntos e isso é ótimo porque toda vez que precisamos resolver algo relacionado ao apê, ganhamos um programa divertido para fazer a dois.”, brinca Lena. Com materiais, cores e móveis que dialogam entre si, o apartamento só poderia mesmo promover o encontro de ideias e sonhos.

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia

CONTINUA