O Brasil se transformou no lar de Dylan há doze anos. Assim que veio dos Estados Unidos para cá, ela aterrissou em terras cariocas e nunca mais se mudou. A reforma no sobrado antigo em Botafogo foi um sonho realizado e cheio de significado: “No início, foi mais difícil do que imaginava. Precisava aprender português, a cultura era totalmente diferente da minha… mas com o tempo aprendi o idioma e construímos nossa casa, o que foi simbólico porque criamos um lugar neste mundo para nós”. Estar em casa é um sentimento bom para Dylan, principalmente nesse espaço específico que passou por diversas transformações, inclusive no período de quarentena.

“A casa é muito importante para nossa família, então nós queríamos um espaço onde pudéssemos ter um pouco de tudo. Durante a pandemia, aproveitamos muito o terraço para sentirmos que não estávamos presos entre quatro paredes”, ela lembra. Mas o grande desafio foi conciliar o próprio trabalho em casa com as aulas online dos dois filhos pequenos, de seis e oito anos. No começo, a solução foi criar um escritório no meio da sala para todos. “Mas sabia que precisávamos fazer alguma coisa. Chamei a arquiteta Elaine, do Ateliê de Arquitetura, e expliquei minha ideia de criar um escritório estilo co-working onde eu e os meninos pudéssemos trabalhar ao mesmo tempo juntos. E ficou lindo!”. Com a volta às aulas, o home office agora é mais usado pela mãe, mas o ambiente aconchegante e calmo ainda ganha a presença dos filhos na hora de fazer o dever de casa durante a noite.

Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.

Além desse momento juntos, o tempo em volta da mesa também se tornou ainda mais precioso. A cozinha integrada com a sala de estar e também com a área de jantar é a parte preferida da Dylan quando o assunto é a grande reforma que aconteceu no sobrado. “Como boa americana, fiz uma ‘cozinha americana’ porque, anteriormente, ela ficava nos fundos da casa. Desenhei cada detalhe! Eu sabia onde queria cada gaveta”, conta. As prateleiras abertas ajudam a decorar e trazer mais personalidade ao cômodo, mas todas as peças de marcenaria também foram pensadas para esconder o que não precisa ficar exposto e tornar o tempo na cozinha mais prático e dinâmico. “Ela é bonita e é clean, mas também é prática”.

Nos cantos individuais de cada integrante da família, os tons claros e o estilo minimalista continuam presentes. O quarto do casal é um dos cômodos que começou a ser modificado mais recentemente: “Como qualquer casal pais de pequenos, a gente demora para nos cuidar depois que eles nascem. Tudo é para eles por muito tempo. Agora estamos saindo (um pouco) dessa fase”. E isso mudou a relação com o espaço dedicado aos dois. A cama flutuante entrou na decoração junto com almofadas grandes e bem confortáveis, para o tempo dentro do quarto ser ainda mais sossegado e acolhedor.

Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.
Casa no Rio de Janeiro com decoração em tons neutros e estilo minimalista.

“Acredito muito que o quarto é feito para dormir. Por isso, no espaço dos meninos não tem televisão ou coisas demais que podem super estimulá-los”, conta a moradora. O dormitório das crianças ganha um pouco mais de cor nas paredes, diferente do resto da casa, mas ainda assim, a mobília em madeira e os objetos em tons menos chamativos seguem a unidade do projeto. O banheiro também tem destaque pelo uso do branco e do preto juntos, dando um toque diferente e interessante ao espaço – que não deixa de ter elementos naturais para levar calma e relaxamento por onde quer que se passe.

Olhando rapidamente, a impressão que fica é a de que a casa de Dylan ganha contornos únicos dentro de uma estética harmoniosa e fluida. Porém, esse é só um dos resultados de um lar que é vivido em seu todo, com muita atenção aos detalhes. E o segredo para criar um lugar tão acolhedor e tranquilo? A moradora tem a resposta: “Compre com calma. Compre o que você ama! Não adquira qualquer coisa só para encher um lugar. Além disso, tenha peças com intenção e histórias”. Em uma mistura de beleza e afeto, o lar de Dylan apenas transparece aquilo que ela e sua família buscam: um encontro com a paz.

Texto por Natália Pinheiro | Fotos por Leila Viegas