Quer conhecer uma casa incrível e de quebra descobrir onde encontrar as peças usadas na decoração? Então acompanhe com a gente essa nova série de histórias! Todo mês visitaremos um lar inspirador junto com o Westwing NOW: a loja online do Westwing com produtos que estão sempre disponíveis e entrega mais rápida de milhares de peças. Sim, é o estilo Westwing que você já ama, só que agora em uma curadoria fixa e com campo de busca. Demais, né?

Uma casa que acolhe quem vive nela: essa é a sensação presente em cada pedacinho do lar da arquiteta Ana Flávia, do escritório Dalarqui. Parte disso é mérito da repaginação na estrutura bolada pela própria moradora, que permitiu a entrada de mais luz natural pelas grandes janelas e uma vista desimpedida para o verde ao redor. Não por acaso, a área externa é um dos lugares preferidos de toda a família, que se reúne por ali para bater papo ou aproveitar momentos de silêncio e relaxamento – para essas horas de descanso, a rede pendurada no jardim dos fundos cumpre bem o seu papel.

É por isso que o quintal se tornou o coração da casa. Além de criar um ambiente mais propenso ao cuidado com a saúde e o bem-estar, a integração dos cômodos internos com o verde do lado de fora deixou cada espaço com clima super agradável que a moradora tanto buscava: “Eu gosto de casas com cara de casacom quintal, lugar para jogar bola, descobrir o tatubola, achar a joaninha entre as folhasOnde dê para conhecer o sol, a sombra, escolher o melhor cantinho ensolarado”. Complementando o colorido das plantas, o jardim ganhou vida também na escolha do mobiliário, como a poltrona Ghana Verona que é um dos itens queridinhos de Ana Flávia. Na parte interna do sobrado, o piso de tacos, os móveis que misturam diferentes tons de madeira e as paredes de tijolinhos brancos completam a decoração de toque natural e aconchegante.

O olhar repousa em qualquer canto da casa, revelando os detalhes que moram por ali, seja a divisória de cordas que o casal montou a quatro mãos ou a mesa de jantar oval que proporciona uma experiência mais democrática e orgânica durante as refeições. Inclusive, é na sala de jantar que a visão alcança a amplitude de todos os cômodos. Ali, Ana Flávia consegue conversar com o marido ou com as duas enteadas, estejam elas na cozinha, na sala ou no corredor  dá até para espiar quem tocou a campainha. Uma experiência de casa funcional e cheia de movimento durante todo o dia!

E para completar os ambientes e colocar ainda mais vida nesse lar, Ana Flávia trouxe todos os móveis que ela já usava em seu antigo apartamento na Vila Madalena. Tudo se encaixou perfeitamente, mas ainda havia espaços para montar totalmente do zero, como o quarto das crianças e o próprio jardim. A decoração foi concluída com peças lindas do WestwingNow: a loja online do Westwing com curadoria fixa, produtos à pronta-entrega e campo de busca. não poderia ser diferente, já que a relação de Ana com a marca vem de outros carnavais: “Eu já conhecia e comprava no Westwing há tempos. Gosto da marca porque eles têm uma ótima curadoria, os preços são acessíveis e a entrega do WestwingNow é rápida. Eu escolho, compro e também indico muitos itens de lá para os meus clientes”, ela diz.

Uma das peças preferidas na casa nova é o tapete da sala com grafismo preto, que a moradora adquiriu no site do WestwingNow também. Era o componente que faltava para dar o toque moderno e macio ao ambiente, ajudando a criar uma espécie de moldura para os móveis existentes. As escolhas dos produtos na loja são muito influenciadas pela identificação de Ana Flávia com tudo que aparece no site: “As peças do Westwing são um pouco como eu, tradicionais e contemporâneas ao mesmo tempo. Nada é tudo isoladamente né? O todo fica bom pelas partes. a marca possui itens para todas essas ‘partes’ da composição”.

Na hora de definir o que entraria na decoração da nova casa, Ana escolheu tudo a dedo, “ou melhor, a coração”, como ela brinca. O convívio leve e afetuoso é precioso para ela, que possui boas memórias do espaço em que viveu sua infância. “Sempre valorizei o lar. Quando criança, percebia que a casa era uma peça muito importante nas relações e na integração entre as pessoas. Eu sempre quis ter uma família feliz, e entendia, observando, que a casa era parte importante disso. Claro que não determinante, mas muito importante”, ela lembra. Uma das maneiras de colocar essa sensação em prática foi por meio de objetos com história, como a poltrona de madeira antiga emprestada pela sogra da irmã ou o sofá adquirido em um momento de perda familiar, com o propósito de se sentir abraçada mesmo nas horas difíceis.

Mais do que ocupar a casa com histórias e afeto, Ana Flávia acredita que é a sensação de pertencimento que faz de qualquer lugar um verdadeiro lar: “Apesar da maioria das peças ser minha desde o antigo endereço, montamos essa casa para o convívio em família. Tivemos bastante cuidado, eu e meu marido, para que todos se sentissem bem, à vontade, identificados e donos do espaço. Isso está até na ideia de as meninas criarem esse cuidado com o lar delas, de colaborar e participar também. A gente só cuida do que ama, e só ama se pertence”, ela diz.

 Texto por Natália Pinheiro | Fotos por Leila Viegas