Um novo olhar sobre a casa | Capítulo 2

Trocar de endereço foi a chance de transformar o clima da decoração

A fotógrafa Vanessa se inspirou em sua infância para criar o clima do apartamento onde vive com o marido Raul e seus dois filhos, no bairro do Morumbi. Ela se lembra de, quando criança, passear pelos cômodos de sua antiga casa com um carrinho de bonecas feito de vime enquanto escutava aos vinis que seu pai colocava na vitrola. Não por acaso, elementos naturais foram recuperados em seu lar atual, onde seus filhos se divertem ao som de discos que a moradora guarda desde os tempos em que era pequena.

Pouco depois do hall de entrada, a primeira vista da casa já antecipa o que está por vir: uma parede galeria criada com cestos, galhos, espelhos e quadros indica a força das texturas e da natureza nas sensações exploradas nesse lar. “A planta pendurada no teto foi pensada para refletir no espelho que pertenceu à casa dos meus pais, e o banheiro selva como chamamos também aparece da porta de entrada como se fosse um quadro”, contam os moradores.

Assim como toda a casa, o quarto do casal é um lugar de muito aconchego, com elementos em madeira e tons terrosos. Atrás da cama, o papel de parede da marca branco. contribui para o ar de frescor e tranquilidade, criando a sensação de se estar em meio a uma cortina de folhas pendentes. Quase como se Vanessa e Raul vivessem em uma floresta mística. A estampa é uma das novidades da marca, e foi assinada pela dupla de artistas Adriana e Carlota: “São folhas delicadas, que parecem querer correr pelos cabelos, pela pele e pela alma de quem as vê e por ali passa”, as autoras dizem.

Já nos quartos das crianças, a decoração é mais lúdica e alegre: “O quarto da minha filha veio totalmente inspirado nessa vibração natural, e, quando o montamos, percebemos que o Brasil vive muito do modo artesanal. Tem muito valor um brinquedo feito por um artesão, de madeira e elementos naturais, com a intenção e a mensagem que eles carregam”, Vanessa diz. Ali, sua filha aproveita e interage com a atmosfera, trazendo folhas e galhos para brincar de comidinha em seu fogão, ou transformando pinhas em bolas para brincadeiras. No quarto do filho mais velho, a cama reaproveitada da adolescência de Raul e o quadro pintado pelo tio trazem memórias familiares. Na janela, um varal de plantas torna o lugar tão aconchegante que, por vezes, todos os moradores se reúnem ali para contemplar a vista.

Para Vanessa, a casa reflete a personalidade de sua família à medida em que todos se sentem confortáveis e felizes lá dentro. Com os filhos não tão pequenos, a fase é de curtir o aconchego e a companhia uns dos outros. “Acho que nossa casa é um reflexo fiel da nossa família, honesta como se fosse um retrato de cada um de nós. Tem a nossa cara e por isso é acolhedora… Poder compartir um café da manhã demorado, ver a luz entrar pela janela e projetar sombras de plantas no chão… isso é a nossa casa. Que vai evoluindo com cada toque e cada experiência nela vivida”.

Fotos por Maura Mello

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 5

  1. Casas aconchegantes me inspiram!!!

    Responder
  2. Quanto capricho! Amei! vcs sabem me dizer de onde seria o papel de parede do quarto do casal e tbm da criança? Obrigada!

    Responder
  3. Uma casa gostosa!

    Responder
  4. Gostei do projeto! Muito bonita a decoração.

    Responder