Quem passeia pelo centro de São Paulo com certeza fica com vontade de espiar o interior de algum dos inúmeros apartamentos do Edifício Copan, um dos principais cartões-postais da cidade. Antes de morar no famoso prédio, Fernanda, idealizadora da marca de mobiliário Cupim, e seu marido, o designer Daniel, do estúdio CLDT, também tinham essa curiosidade. Assim que comprou o imóvel, há três anos e meio, o casal reformou todos os ambientes, garantindo mais amplitude e iluminação. Para ficar por dentro dos detalhes, leia antes o Capítulo 1.

Como adoram preparar receitas a dois e convidar os amigos para jantar, os moradores sabiam desde o princípio que precisavam de uma cozinha bem aberta e espaçosa. A ideia foi passada para o arquiteto Cesar Shundi, que atendeu ao desejo do casal com um cômodo totalmente livre de barreiras, organizado por meio de uma parede lateral com a bancada da pia e os equipamentos e uma ilha central de concreto que acomoda o fogão. “A cozinha é o lugar que mais usamos na casa, é realmente o coração do apê, por isso não fazia o menor sentido ela ser isolada do restante.”, completa Fernanda.

21-decoracao-copan-cozinha-integrada-concreto

16-decoracao-copan-cozinha-concreto-amarelo

17-decoracao-copan-cozinha-bancada-concreto

18-decoracao-copan-cozinha-amarela

19-decoracao-copan-cozinha-integrada-varanda

20-decoracao-copan-cupim-marcenaria

Como uma extensão dessa área voltada para receber, a varanda parece estar, ao mesmo tempo, do lado de dentro e do lado de fora. A parede de elementos vazados, original do projeto de Oscar Niemeyer, garante luz natural e ventilação constantes, além de servir como apoio para vasos pendurados com folhagens pendentes. A moradora acredita que as plantas trazem vida aos espaços e suavizam um pouco o cinza da cidade, por isso ela fez questão de espalhar inúmeras espécies de portes diferentes nesse canto de descanso.

Assim como aconteceu nos outros cômodos do apartamento, a decoração do quarto do casal não teve muito planejamento, ela simplesmente foi tomando forma com base na arquitetura de interiores. Durante a obra o ambiente foi reduzido para que a área de serviço e a varanda não ficassem tão apertadas, porém os metros perdidos não comprometeram o conforto. Fechado por portas de correr com painéis de muxarabi, ele também se beneficia da luminosidade externa. Sem acabamento, as paredes de concreto seguem a mesma estética brutalista da sala de estar e da cozinha.

22-decoracao-copan-cozinha-integrada-amarelo

15-decoracao-copan-varanda-plantas-cobogo-acapulco

23-decoracao-copan-varanda-cobogo-plantas

24-decoracao-copan-varanda-cobogo-plantas

25-decoracao-copan-quarto-concreto-neutro

26-decoracao-copan-quarto-concreto-neutro

27-decoracao-copan-quarto-muxarabi

Fernanda cresceu em uma casa no Pacaembu longe do ruído da cidade – lá ela conseguia ouvir os passarinhos, o vento, a chuva caindo na laje… Apesar da realidade do centro de São Paulo estar bem longe dessa tranquilidade toda, a designer hoje não abre mão de morar perto de tudo e de fazer parte de uma diversidade enorme de pessoas e vidas em um único prédio: “Adoro descer e estar em contato com esse agito e essa mistura do Copan.”.

 

Fotos por Alessandro Guimarães