Como aplicar o Feng Shui em casa

A especialista Mariangela Pagano ensina formas simples de usar esse conceito

A casa é muito mais do que o lugar em que moramos. É onde nos conectamos com nossa família e amigos; onde contamos nossa história por meio dos objetos; onde podemos descobrir novos hobbies e também um jeito diferente de lidar com o tempo. É onde a vida acontece – agora mais do que nunca. E já que nosso lar é um universo tão amplo, falar apenas de decoração não faz tanto sentido, por isso criamos essa coluna para abordar o morar com um novo olhar, pensando em tudo o que podemos fazer para conquistar mais bem-estar. Vamos ficar em casa? 

Você provavelmente já ouviu falar em Feng Shui em algum momento, mas sabia que essa prática milenar chinesa pode contribuir para deixar sua vida melhor agora? Quanto mais caótico fica o mundo lá fora, mais as pessoas buscam o bem-estar dentro de casa – por isso é tão importante que o nosso lar esteja vibrando na melhor frequência possível. Atitudes simples como arrumar gavetas, substituir uma lâmpada queimada ou trocar uma peça de lugar já podem surtir um efeito benéfico no astral da casa.

O Feng Shui defende que os espaços devem ser cuidados constantemente, com afeto, organização e leveza. Pra começar, ao invés de enxergar esse tempo em casa como um martírio, que tal olhar esse momento de reconexão pelo lado positivo? Aplicar o Feng Shui pode ser muito mais fácil do que você imagina, e a parte boa é que não é preciso trocar toda a decoração para harmonizar os ambientes. Quer entender mais sobre o assunto? Então confira abaixo o papo que tivemos com a consultora Mariangela Pagano, especialista no tema.

O que é Feng Shui e primeiros passos:

Como você define o Feng Shui?

Mariangela: Feng Shui é um sistema de conhecimentos milenar de origem chinesa que nos ajuda a manter a harmonia à nossa volta e consequentemente dentro de nós. Vejo o Feng Shui como um estilo de vida: ao contemplar e interagir com seu entorno sob essa ótica, fica claro o quanto ela diz sobre você, e essa consciência é como um despertar que te inspira a cercar-se daquilo que te faz bem, do que vibra a seu favor. Quando você muda algo à sua volta, algo muda também dentro de você, e essa ação Yin Yang (dentro/fora) é uma das bases do Feng Shui.

Como o Feng Shui contribui para melhorar a energia da casa?

Mariangela: O Feng Shui nos lembra que a casa, assim como nosso corpo, é um organismo vivo que necessita de cuidados e amor, e que o desequilíbrio nesse lugar abre caminho a doenças. A análise Feng Shui detecta e corrige pontos de estagnação ou escape de CHI, a mesma energia que flui ao longo dos meridianos de nosso corpo e que pode ser harmonizada também por meio da acupuntura. Por isso, o Feng Shui já foi citado como a acupuntura dos espaços. A mudança de energia quando você começa a aplicar os conceitos Feng Shui é imediata, a sensação é de que a casa passa a “respirar” melhor e isso se reflete de maneira positiva em vários aspectos da vida.

Qual o primeiro passo para aplicá-lo em casa para quem não tem familiaridade com o assunto?

Mariangela: O primeiro passo é ser grato por sua morada, por ter para onde voltar. A partir daí, respeite sua intuição e procure se livrar de acúmulos, seja de roupas ou objetos que não usa. Venda, troque ou doe o que estiver em bom estado, pratique o descarte consciente e lembre-se de que o planeta também é nossa casa. Dê uma geral na parte elétrica e hidráulica, assim como nas portas e janelas, que devem abrir e fechar facilmente, sem ruídos. Nessa ação, aproveite também para livrar-se daqueles ruídos internos, como pequenas mágoas, melindres, preocupações desmedidas e apegos em excesso.

Pense em aproximar a imagem de sua casa do que você deseja viver, vibrando na mesma frequência. Muitas vezes sem perceber, nos acostumamos a situações e atitudes que minam nossa energia, seja mantendo a porta quebrada de um armário que só você sabe como fechar ou usar apenas duas das bocas do fogão porque as outras não funcionam. Sem notarmos, ideias de escassez vão se tornando comuns no dia a dia. É importante lembrar que atraímos para a nossa vida a frequência que vibramos. A natureza é abundante, viva e majestosa, e essa é a frequência que sintonizamos por meio do Feng Shui.

Como usar as cores e os elementos da natureza

Qual a influência das cores e materiais no Feng Shui?

Mariangela: As cores e materiais também possuem aspectos Yin Yang. Eles podem nos atrair ou expulsar, e por isso são considerados ferramentas importantes. Imagine que você possa escolher entre dois ambientes para uma agradável reunião em família: uma sala com sofás de tecidos sintéticos e escorregadios, luz fria no teto, paredes brancas sem quadros, piso frio e grades aparentes nas janelas; ou uma sala com sofás de texturas agradáveis e aconchegantes, iluminação indireta de abajures, tapetes macios, quadros com cores e formas harmoniosas e cortinas esvoaçantes nas janelas. Nessa escolha fica clara a influência desses elementos, e não é necessário dispor de grandes somas para se obter ótimos resultados, e sim criatividade e bom senso.

As cores podem alterar rapidamente nosso estado de espírito. Ao ver uma parede vermelha, nossos batimentos cardíacos são alterados, o que não é positivo especialmente para pessoas hipertensas, principalmente se tiverem que permanecer por mais tempo em ambientes com excesso dessa cor. A cor verde transmite tranquilidade: pesquisas comprovam que a presença de imagens da natureza nessa tonalidade em quartos de hospitais reduz a quantidade do uso de analgésicos, por exemplo. Então é importante estar atento às sensações que cada cor desperta.

Como aplicar os elementos da natureza em casa?

Mariangela: A teoria dos 5 elementos (água, madeira, fogo, terra e metal) e a figura octogonal do Baguá sobreposta à planta baixa de uma residência nos ajudam a equilibrar a presença dessas energias em um ambiente. Cada um dos elementos pode ser representado também por cores e formas específicas. Por exemplo, a água está associada às formas curvilíneas e às cores preto e azul escuro, pois quanto mais profundo o oceano, mais escuro ele se torna. O fogo pode ser representado pela cor vermelha e a forma triangular das chamas. Cada elemento tem sua posição em harmonia com o todo.

Aplicando o Feng Shui em tempos de quarentena

De que forma você acredita que o Feng Shui possa ajudar nesse momento difícil que o mundo inteiro está vivendo?

Mariangela: Estamos vivendo a volta para a casa em vários sentidos, pois somos quase que obrigados a nos voltarmos também para dentro de nós. Novamente, a dança contínua dos aspectos Yin Yang entra em cena, para alguns a casa se torna uma clausura e para outros uma dádiva. O Feng Shui nos inspira a viver o presente da melhor maneira possível. A expressão “Tempo é dinheiro” é substituída por “Tempo é tempo”. E agora temos tempo para arrumar nossas 3 casas: nosso lar interior, nossa morada e o planeta que nos acolhe.

A ideia do futuro foi alterada para todos, o que nos impulsiona a focar no presente. Podemos aproveitar para explorar nossos sentidos; criar novos hábitos; estar em contato com a natureza; apreciar a beleza do céu azul e da lua; repensar valores e atitudes; fazer uso de aromas e texturas diferentes; experimentar outros sabores; ouvir  boas músicas; exercitar o corpo e a mente; meditar; olhar ao redor; ajudar aqueles que mais necessitam mesmo à distância e fazer o melhor com o que possuímos nesse momento. Na prática, experimente mudar sua posição na mesa para tomar o café da manhã. É algo simples, mas ajuda a mudar seu ângulo de visão e favorece insights. Outro exemplo é substituir flores artificiais por naturais. Essas pequenas mudanças externas impulsionam novas ideias.

Esse tempo de desaceleração realmente não é fácil, pois envolve muitas perdas, mas é importante, pois a Terra está doente e vem sendo extremamente agredida. A vida se tornou automática para grande parte das pessoas, e agora essa é uma boa chance para nos reequilibrarmos e deixar que o planeta tenha seu tempo de cicatrização. O Feng Shui surgiu há aproximadamente 4 mil anos, é uma pena que ainda hoje seja desconhecido por muitos, pois seus preceitos de contemplação e respeito à natureza são fundamentais para nossa sobrevivência e bem-estar, o que fica ainda mais claro nesse momento.

Feng Shui na prática em 50 passos 

Quer aplicar o Feng Shui na sua casa, mas ainda não sabe por onde começar? Eu acabei de lançar o livro-caixinha Feng Shui pela Editora Matrix. É um livro que apresenta 50 práticas de equilíbrio energético para te ajudar a repensar seu espaço e transformar sua casa em um refúgio acolhedor que vibre a seu favor na conquista de seus objetivos.

O livro é uma alusão aos envelopes chineses da sorte, ou Laissi, ofertados com quantias em dinheiro nas grandes festividades chinesas, como o Ano Novo e casamentos. Laissis são também oferecidos como forma de agradecimento aos mestres Feng Shui por suas orientações valiosas. Um detalhe importante mantido até hoje, é sempre ofertar e receber esses envelopes com as duas mãos, sinal de que ambos estão gratos e de corações abertos nessa troca, o que gera uma circulação benéfica de energia.

Quando escrevi os 50 cards do livro-caixinha, meu desejo foi o de inspirar mais e mais pessoas a mudarem suas casas e suas vidas para melhor. A minha sugestão é que, ao receber e ofertar a caixinha Feng Shui, você faça da mesma forma, com as duas mãos e desejos de felicidade em mente, expandindo ao máximo essas energias positivas a seu redor.

Fotos por Alessandro Guimarães; Ricardo Faiani; Maura Mello; Isadora Fabian; Gisele Rampazzo e Rafaela Paoli | acervo Histórias de Casa

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 21

  1. Olá, amo esse tema.
    Tenho dúvida quanto à aplicação do Baguá na planta baixa, pois a minha garagem é coberta, e logo ao passar dela está a porta principal. Ao lado direito, paralelo à garagem, fica o quarto.
    Onde devo considerar para iniciar aplicação do Baguá; a porta principal? Ou incluo a garagem e o quarto??
    Se eu retirar a garagem será excluído o quarto tbm.
    Agradeço se puder me ajudar.

    Responder
    • Oi Eliana, tudo bom?
      O universo do Feng Shui é super interessante mesmo.
      Para te orientar melhor, sugerimos que converse com a Mariângela Pagano, que foi a especialista que convidamos para a matéria. https://www.instagram.com/mari9pagano/
      Como seu caso é muito específico, seria bacana fazer uma consultoria mesmo. Beijos

      Responder
  2. Adorei a matéria e a nova coluna do blog, o conteúdo que vocês produzem é demais! A parte sobre as cores e elementos do Feng Shui me fez pensar no azul para pintar meia parede do quarto, aí quando vi uma das fotos de referência da matéria exatamente assim, me apaixonei pela cor! Vocês sabem dizer qual é o tom do “azul esverdeado” parede do quarto da 12a foto?

    Responder
    • Oi Giovana, tudo bom?
      Que demais que está curtindo os novos conteúdos. Ficamos super felizes. 🙂
      Não temos o nome da cor, mas sabemos que é da marca Coral. Uma sugestão é a cor Verde Espuma do Mar, da Coral.
      Fica bem bonita também. Beijos

      Responder
  3. Qual é a casa da foto de capa? Essa sala é linda e não estou lembrada de ter visto essa matéria. Vcs podem me passar o link?

    Responder
  4. Adorei a matéria, queridas! Me identifiquei com vários pontos!

    Obrigada por produzirem esse tipo de conteúdo <3

    Responder
    • Que gostoso receber esse carinho. Obrigada!
      Estamos amando explorar esses novos temas por aqui. 🙂 Beijos

      Responder
  5. Matéria maravilhosa, obrigada Mari, não vejo a hora de ver seu livro caixinha!

    Responder
  6. Faltou explicar a aplicação do Feng Shui nas imagens divulgadas. O texto ficou muito #publi do livro sem exemplo nenhum.

    Responder
    • Concordo total

      Responder
    • Também achei um pouco superficial o conteúdo. Feng Shui é um assunto tão rico e estamos num ótimo momento para vivenciar e aplicar. Zona de trabalho por exemplo, agora que tem muita gente trabalhando em casa, organização, plantas… Mas a mensagem que ela passou é muito positiva, que temos que cuidar dos nossos 3 lares.

      Responder
      • Oi Karina, tudo bem?
        Como comentamos, a matéria é uma introdução para quem ainda não conhece o tema. Mas até que seria legal mais pra frente abordarmos dicas práticas de aplicação, né? Vamos pensar no assunto. Obrigada, Bjs

        Responder
    • Oi Mariana, tudo bem?

      Essa matéria não é um publi. Nessa coluna nova sempre convidamos especialistas para falar sobre seus temas de atuação, então nada mais gentil do que contar um pouco sobre o trabalho desses convidados também.
      A ideia da matéria é apresentar o assunto pra quem ainda não conhece de forma mais geral, e não falar sobre os ambientes mostrados aqui. Todas as fotos foram extraídas de histórias que já publicamos no site. De qualquer forma, nada impede de fazermos uma nova matéria com dicas mais pontuais daqui um tempo. Bjs

      Responder
  7. Amei a matéria! Estou começando a estudar o Feng Shui! Já faço harmonização de ambientes com o Reiki, e é maravilhoso! Imagina associado ao Feng Shui!

    Responder
    • Oi, tudo bem? Esse assunto é muito interessante e amplo, né? E todo movimento de bem-estar em casa é bem-vindo agora. 🙂

      Responder
  8. Leitura extremamente agradável. Sensação de tranquilidade e paz. Visão transparente do Feng Shui. Comprarei o livro.

    Responder
    • Oi Gloria, tudo bem?
      Que bacana que gostou da matéria. Feng Shui sempre foi um assunto do nosso interesse, então ficamos felizes de abordar o tema por aqui. 🙂 Beijos

      Responder