Para ser vivida | 4 boas ideias

Uma casa de família decorada com liberdade e misturas bem criativas

Aconchego é a primeira palavra que nos vêm à cabeça quando pensamos no lar da Carol e do Brenno. Isso porque a morada do casal é um daqueles lugares sem frescuras, onde os móveis e a própria construção podem (e devem) trazer marcas do tempo. Sabe aquele risco no tampo da mesa ou a porta com manchas feitas por dedinhos de criança sujos de sorvete? Tudo isso faz parte da história! Para os moradores, essas ‘cicatrizes’ são sinais de que a casa está sendo palco para a vida – e cada canto guarda um momento. Além dessa forma tão bonita de ver o morar, o casal também usa sua criatividade para bolar ideias interessantes de decoração. Quer descobrir quais? Então veja a seguir:

1. Balanço no meio da sala: A casa tem um quê lúdico, quase cenográfico, que reflete a profissão dos moradores – ambos cineastas. O balanço de madeira, por exemplo, é uma peça que pode servir para momentos de diversão descompromissada ou até como apoio para um livro durante uma leitura na poltrona. Não por acaso, esse detalhe é o favorito de Carol na sala.

2. Sala ao ar livre: O jardim é o coração dessa casa, por isso os moradores fizeram questão de aproveitá-lo ao máximo. Carol criou uma espécie de sala externa usando móveis de ferro que podem ficar expostos ao sol e à chuva – aliás, ela até gosta que as peças não fiquem tão perfeitinhas. Quanto aos tecidos, vale buscar opções que também resistam ao clima.

3. Galhos decorativos: Já pensou que um simples galho caído pode virar um item de decoração com bastante personalidade? No quarto dos moradores, um galho grande apoiado no chão serve para completar o ar acolhedor e rústico do ambiente. Linhas coloridas e amarrações o deixam ainda mais bacana, reparou?

4. Espaço compartilhado com as crianças: Muitas pessoas imaginariam que seria impossível juntar um escritório com uma sala de brinquedos, mas Carol não teve dúvidas. Quando sua filha Teresa nasceu, o antigo ateliê que antes era só dela, passou a acomodar também a área de brincadeiras da menina. E funciona bem: “Assim podemos fazer coisas juntas”, ela diz.

Fotos por Gisele Rampazzo

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 2

  1. Eu fico maravilhada com tanta inspiração e aconchego. Tb amo deixar peças sob o tempo, para que ele imprima suas interferências. Casa tem que ter alma.

    Responder

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa