Quando a designer de interiores Patrícia abre as portas de seu apartamento em Perdizes, a sensação é de que um pedacinho da praia veio parar no meio de São Paulo. Patrícia nasceu na capital e chegou a morar no interior por um tempo, mas o que ela ama mesmo é estar com o pé na areia. Seu marido, o analista de sistemas Carlos, compartilha desse sentimento, por isso o casal não achou nada difícil escolher o tema que a decoração iria seguir. O sonho era transformar o apê de ‘cidade grande’ em um lugar de descanso e tranquilidade, como uma casa de final de semana, só que para todos os dias.

Hoje o imóvel compacto – são apenas 57m² – parece perfeito, com uma cozinha aberta para o terraço, móveis aconchegantes e muita luz natural, porém só Patrícia e Carlos sabem o quanto tiveram que se dedicar para deixá-lo assim. Foram meses e meses de busca até encontrarem um apartamento que ficasse em um bairro legal e que, principalmente, coubesse no bolso de dois jovens recém-casados.

Tanto o prédio quanto o apê em si eram muito antigos e nunca haviam sido reformados, então estavam precisando de melhorias desesperadamente. Ao invés de desanimar, a designer de interiores encarou esse desafio como uma chance de ouro: “Como teríamos que reformar de qualquer maneira, enxerguei isso como uma oportunidade de deixar os espaços com a nossa cara e do jeitinho que queríamos.”, explica.

02-decoracao-cozinha-praia-branco-azul-teto-madeira

03-decoracao-cozinha-parede-lousa-branco-madeira-porcelanato

04-decoracao-sala-estar-pequena-tijolinho-branco-porta-colorida

05-decoracao-sala-estar-pequena-praia-azul-quadro-mar

06-decoracao-sala-estar-pequena-praia-branco-azul-cavalete

07-decoracao-sala-estar-pequena-sofa-capa-branca-azul

08-decoracao-sala-estar-poltrona-branca-azul

Como os ambientes eram mal distribuídos e a metragem não permitia adaptações simples, Patrícia fez diversos projetos e estudos até chegar à conclusão de que o ideal era mudar tudo de lugar. Praticamente todas as paredes internas vieram abaixo: o quarto foi parar na entrada do imóvel, a sala passou a dar acesso direto ao quintal, a área descoberta ganhou um trecho de telhado para poder acomodar a cozinha… no fim foram tantas intervenções que o casal conseguiu até criar um segundo quarto, o que não existia na planta original. A ideia de integrar os espaços mais bacanas do apartamento era a de que os moradores pudessem receber os amigos e a família com conforto, além de garantir mais amplitude, iluminação abundante e ventilação natural.

Carlos, que adora testar novas receitas e sempre esteve acostumado a morar em casas com quintal e plantas, encontrou na cozinha aberta o seu paraíso. “Sabíamos que passaríamos muito tempo nesse ambiente, por isso pensamos em uma decoração que tornasse o ato de cozinhar bastante prazeroso e que não isolasse o ‘chef’.”, brinca a moradora. Após investir no casamento, na compra do apê e na obra estrutural, o casal teve que priorizar o que era realmente essencial para cortar custos, como os revestimentos, as bancadas e a cuba.

Para criar o efeito que tanto queriam – uma mistura de praia, com casa de campo e que ainda remetesse à Grécia – eles buscaram acabamentos práticos e bonitos que trouxessem essa atmosfera para a vida real. Um dos pisos imita madeira de demolição, o outro simula ladrilhos hidráulicos, as portas venezianas ganharam um tom suave de azul e as bancadas são de mármore branco. Ao invés de armários convencionais Patrícia e Carlos instalaram diversas prateleiras abertas para organizar utensílios e louças e usaram cortininhas no lugar das portas dos gabinetes inferiores. Já os acessórios e móveis, que chegaram aos poucos, foram escolhidos com base no melhor custo-benefício.

09-decoracao-churrasqueira-terraco-rede-piso-ladrilho

10-decoracao-terraco-rede-parede-tijolinho-branco

11-decoracao-churrasqueira-terraco-plantas-tijolinho-branco

12-decoracao-terraco-plantas-trepadeira-portas-azuis

Apesar de pequenina, a cozinha ficou tão acolhedora que está conquistando cada vez mais admiradores. “Quando começamos a morar juntos, o Carlos cozinhava todos os dias, mas no último ano eu fui tomando gosto pela coisa e passamos a cozinhar juntos em finais de semanas e ocasiões especiais.”, conta a designer. Até mesmo o mascote do casal, o animado cachorro Tito, já sabe que embaixo da mesa de jantar é um bom lugar para ficar na hora do almoço. Também, com uma decoração tão charmosa e quitutes deliciosos sempre saindo do forno, fica fácil passar horas e horas batendo papo por ali.

Agora que você já se inspirou com essa história, que tal aprender a preparar duas entradas criativas, coloridas e muitos saborosas? Veja as receitas no final da matéria e bom apetite!

13-decoracao-culinaria-receita-bruscheta-figo

14-decoracao-culinaria-receita-bruscheta-figo

15-decoracao-culinaria-receita-entrada-limao-siciliano

16-decoracao-culinaria-receita-entrada-limao-siciliano

17-decoracao-culinaria-receita-entrada-limao-siciliano

18-decoracao-culinaria-receita-entrada-limao-siciliano

19-decoracao-culinaria-cozinha-branca-mediterranea-praia

20-decoracao-culinaria-receita-bruscheta-figo

21-decoracao-culinaria-receita-bruscheta-figo-entrada-siciliano

22-decoracao-apartamento-designer-interiores-patricia-ribeiro-cozinha

23-gastronomia-culinaria-receita-bruscheta-figo-entrada-siciliano

24-gastronomia-culinaria-receita-bruscheta-figo-entrada-siciliano

25-decoracao-apartamento-designer-interiores-patricia-ribeiro-cozinha

Bruschetta

Ingredientes:

• Pão italiano
• 2 dentes de alho
• Sal
• Tomilho ou Orégano
• Azeite

Corte as fatias de pão na espessura de um dedo aproximadamente. Disponha as fatias em uma forma e passe um fio de azeite por cima de cada fatia em ambos os lados. Doure as fatias em uma frigideira com grelha para ficar com uma apresentação mais bonita (caso não tenha uma frigideira para grelhar, coloque no forno mesmo em uma assadeira). Quando as fatias estiverem crocantes por fora, mas macias por dentro, está no ponto. Evite deixar as fatias virarem torradas. Pegue um dente de alho e esfregue em cada torrada, não precisa esfregar muito, apenas para dar um sabor a mais. Espalhe uma pitada de sal e o tomilho ou orégano seco por cima de cada fatia de pão.

Sabores para a bruschetta

Ingredientes:

• Presunto Cru (ex: parma ou ibérico)
• Figo

Coloque uma fatia de presunto cru em cima da fatia de pão e, para uma aparência mais rústica, rasgue um figo pequeno ao meio e disponha em cima do presunto cru, prensando-o levemente para cobrir a maior parte da torrada de forma uniforme. Se desejar acrescente algumas folhas de hortelã.

Muçarela de búfala e aliche gratinada no limão siciliano

Ingredientes:

• Limão siciliano
• Aliche
• Muçarela de búfala
• Tomate cereja

Corte as tampinhas das duas extremidades do limão para que ele possa ficar de pé na mesa. Corte os limões ao meio. Esprema os limões com um espremedor e retire seu suco. Nesta receita o suco não é utilizado, mas pode ser usado para fazer uma limonada para acompanhar o prato. Após cortar ao meio, pegue cada metade e a recheie nesta ordem: no fundo um pedaço da muçarela, um ou dois filés de aliche, um tomate cereja e por último mais uma fatia de muçarela. Leve ao forno por 15 minutos a 200 graus, ou até a a muçarela dourar. Quando estiver pronto, você pode espalhar o recheio sobre a bruschetta ou simplesmente comer o recheio diretamente no limão (que vira uma espécie de bowl). Uma variação que também fica ótima é colocar cream cheese no lugar da primeira fatia de muçarela.

.

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia