Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

É nos pequenos detalhes que o apê da designer de joias Beatriz e do empresário Paulo Cezar se torna grande. Os revestimentos e tecidos em tons de rosa, as torneiras tingidas de dourado e os objetos charmosos não negam a vocação feminina da decoração, tampouco o dedinho de Bia em cada uma dessas escolhas. Casados desde setembro do ano passado, os moradores de repente perceberam que o imóvel amplo, comprado inicialmente apenas como um investimento de Paulo, poderia se transformar no lar dos sonhos com alguns ajustes.

Na época em que o apartamento foi entregue pela construtora o empresário alterou pouca coisa para que pudesse alugá-lo durante um tempo sem gastar muito: acabamentos simples resolveram os cômodos de forma rápida e as três suítes compactas foram mantidas, assim como a copa e a varanda gourmet, cheias de paredes e divisões. Porém quando chegou a hora de o casal realmente se mudar para o endereço, uma reforma entrou em curso. “Nós não tivemos um arquiteto ou um decorador, mas tivemos um ótimo engenheiro e a ajuda essencial da minha mãe, que adora uma obra. Foi ela que desenhou a planta e nos guiou no projeto.”, lembra Bia.

02-decoracao-macaneta-cristal-dourado

03-decoracao-varanda-integrada-sofa-cinza-rosa

04-decoracao-poltrona-rosa-verde

05-decoracao-varanda-sofa-pufe-cinza

06-decoracao-quadros-livros-tora-madeira

07-decoracao-livros-luminaria-madeira

Antes de definirem o layout e as funções de cada ambiente, os moradores só sabiam de uma coisa: queriam um apê com clima descontraído e aconchegante, onde pudessem receber os amigos e a família sem complicação e sem aperto. O primeiro passo para conquistar tudo isso foi remover determinadas paredes e deslocar outras, redimensionando os espaços. Ao contrário do que acontece na maioria das reformas, a cozinha foi diminuída para que a sala pudesse crescer, agregando a metragem da antiga copa e da varanda – a churrasqueira original, muito pequena para o casal que não dispensa um churrasco, foi substituída por um modelo maior e ganhou a companhia de uma bancada de apoio. O resultado do quebra-quebra é uma área de estar integrada e muito bem iluminada, banhada pelo sol durante todo o dia.

Assumidamente viciada no Pinterest, Bia já possuía inúmeras referências de decoração salvas em suas pastas virtuais, então não foi difícil descobrir que estilo iria seguir e depois transformar essas ideias em realidade. Além disso, sua irmã, que mora na rua de trás, é Juliana Daidone, criadora da SaLA Design, o que prova que esse dom criativo vem de família. Valéria Rodrigues, mãe das duas, não apenas inspirou nas filhas a paixão pelo tema ‘casa’, como também as ensinou a importância de cultivar plantas. “Cresci vendo minha mãe passar horas cuidando do jardim. O vaso grande de antúrio na minha sala foi ela quem nos deu. Essa planta era do meu tio, depois passou para ela e hoje está aqui, com mais de 20 anos!”.

08-decoracao-sala-jantar-espelho-parede-rosa

09-decoracao-sala-jantar-espelho-cadeira-rosa

10-decoracao-sala-jantar-espelho-buffet-cinza

11-decoracao-sala-aparador-branco-marcenaria

12-decoracao-plantas-cacto-selvvva

13-decoracao-quadros-enfeites-detalhes

14-decoracao-sala-aparador-marcenaria-palhinha-bar

15-decoracao-parede-enfeite-dourado-cavalo

16-decoracao-bar-copos-aparador-dourado

Todas as peças usadas no apartamento, dos móveis maiores às relíquias sobre o aparador, são queridas pelo casal, porém algumas falam mais alto ao coração. A primeira delas é a maçaneta da porta de entrada, desenvolvida pela própria Bia com uma pedra de calcita envolta em uma fita de latão banhado. Além do visual único, esse detalhe marca uma importante descoberta da designer: seu trabalho com joalheria também pode ser aplicado em itens de decoração. Entre os quadros que se espalham pelos ambientes, dois são especiais – o que tem a palavra Primavera, que foi pintado por um tio da moradora e fez parte da sua infância na casa dos avós, e a campanha publicitária emoldurada sobre a geladeira de cervejas, que traz a fotografia de outro tio sobre sua antiga moto.

Uma atração à parte é a mesinha de jogos, original dos anos 50 e com cadeiras estofadas que pertencem ao mesmo conjunto. Esses móveis ficavam no apê da mãe de Bia no Guarujá, mas ela gostava tanto das peças que as pediu como presente de casamento. Outro objeto no mínimo inusitado é o pinguim gigante de Paulo, comprado depois que ele descobriu o boneco compondo a vitrine de uma loja – o item nem fazia parte dos produtos à venda no lugar, mas o casal deu um jeito de conseguir o contato de quem montou a cenografia para poder arrematar o bicho.

17-decoracao-mesa-jogos-piso-cimento-plantas

01-decoracao-sala-integrada-azul-branco-cimento-polimerico

18-decoracao-poltrona-couro-espelho-redondo

19-decoracao-varanda-integrada-churrasqueira-plantas

20-decoracao-mesas-laterais-coloridas-dourado

21-decoracao-varanda-churrasqueira-plantas

22-decoracao-varanda-churrasqueira-plantas

Além de Bia e Paulo, o apartamento ainda tem dois moradores ilustres, os cães José e Caetano. Zé, como é chamado pelos íntimos, tem treze anos e acompanhou diversas fases da vida da designer – da época da escola até o casamento. Caetano é mais novinho e entrou para a família por acaso, após seguir Bia em um dia de passeio. Mimados, porém comportados, eles se adaptaram muito bem às rotinas e regras da nova casa.

Fotos por Alessandro Guimarães

CONTINUA