Um lar iluminado pra curtir em família | Capítulo 1

Nesse apartamento integrado, todos os ambientes promovem o convívio entre os moradores

A modelo Roberta se lembra da época em que ela e o administrador Maurício ainda moravam separados, mas raramente passavam uma noite sem a companhia um do outro. Foi então que eles começaram a sonhar com um casa em conjunto, decorada com a cara deles e pronta para receber seus amigos e suas rotinas. Há nove anos, esse lugar saiu do campo dos sonhos e ganhou endereço: um apartamento antigo e reformado em um prédio modernista no bairro dos Jardins. De lá para cá, a família cresceu com a chegada de Filipa e os espaços foram — e continuam sendo — ressignificados com novas histórias, mas também muitas memórias especiais.

Na fase de busca por um imóvel, Roberta e Maurício procuravam um apê antigo com pé-direito alto, cômodos espaçosos e uma varanda, por isso o Edifício Primavera chamou a atenção do casal: “Somos fãs da arquitetura modernista e esse foi o primeiro projeto do João Kon, com apenas 21 anos de idade”. Além disso, a localização era perfeita para o estilo de vida que eles gostariam de levar, possibilitando que as atividades do dia a dia fossem todas feitas a pé. Por fim, o apê escolhido estava praticamente pronto para ser habitado e eles só precisaram aumentar a área dedicada à despensa e louçaria.

Quem tocar a campainha do apê, provavelmente será recebido com pão de queijo, bolo e café, como um bom hábito que Roberta carrega de sua cidade natal, em Minas Gerais. Já do lado de dentro, objetos guardam memórias que contam sobre o passado do casal: “Tentamos colocar, seja na arte ou nos objetos, boas coisas que marcam alguma fase de nossas vidas, mas não de uma forma programática. Por exemplo, temos uma foto do Rio de Janeiro, onde ficamos juntos pela primeira vez”, eles contam.

Outras peças também ajudam a criar o clima que eles desejam, misturando seus gostos e individualidades: o quadro do Miles Davis e o disco de Bossa Nova são importantes para Maurício, enquanto as artes de Paulo Nazaré e de Desali têm a mesma origem mineira que Roberta. Na sala de jantar, um tecido comprado quando o casal morou em Londres retrata a Mata Atlântica e, se um dia a peça serviu como uma lembrança do Brasil, hoje ela carrega também as memórias do tempo em que os moradores estiveram fora do país.

De certa forma, as vivências e o tempo tratam de trazer novos sentidos para os espaços e os objetos, e isso vale até mesmo para a varanda do apê, que já passou por muitos momentos ao longo dos últimos 9 anos: “Quando compramos o apartamento estávamos vivendo uma fase bem diferente. Acho que nossa visão era de receber os amigos e a varanda com certeza foi um dos lugares que mais usamos. Hoje, esse mesmo ambiente vive uma outra fase: é onde queremos ter nossas plantas e nos sentir acolhidos. Um canto de leitura, respiro e meditação”, Roberta compartilha.

Na área, que é integrada à sala de estar, as plantas acompanham a rotina da casa: “As primeiras foram as samambaias, que estão lá desde que entramos e a cada ano ficam mais lindas. As outras vieram com o tempo ou são presentes de amigos: o legal é que cada uma me lembra uma pessoa”, diz a modelo.

Quando volta de uma viagem, Roberta nunca deixa de conferir cada vaso, assim como observa as demandas por luz e espaço de cada planta no dia a dia. Dessa forma, movido a cuidado e dedicação, o lar de Roberta, Maurício e Filipa devolve todo o carinho ali depositado em forma de acolhimento e bem-estar.  *Quer continuar o tour e saber mais sobre essa história? Então não deixe de ver o Capítulo 2.

Texto por Yasmin Toledo | Fotos por Gisele Rampazzo

CONTINUA

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 12

  1. Mural bonito

    Responder
  2. Gostei bastante da fotografia, representou bem.

    Responder
  3. Lindo lar! Onde encontro o sofá?

    Responder
  4. Lindo!!! ❤️ Podem mostrar melhor o suporte para a bicicleta? É de madeira?

    Responder
    • Oie, tudo bem? Puts, infelizmente não temos fotos mais próximas do suporte. Mas acho que você encontra boas opções de madeira pela internet mesmo.

      Responder
  5. Como eles fizeram a prateleira de samambaias na varanda?

    Responder
    • Oi Mari, tudo bom?
      Puts, não sabemos dizer. Talvez uma prateleira meio disfarçada entre as plantas mesmo.
      Bjs

      Responder
  6. oi gente! tudo bem? sabem me dizer de onde é esse mural atrás da mesa?

    Responder
    • Oi, tudo bom?
      É um tecido comprado quando o casal morou em Londres, então é gringo 🙁
      Bjs

      Responder
  7. Uolll :3 Que decoração mais aconchegante *–* tudo parece tão macio!!!

    Responder