Apê com paredes coloridas e muita criatividade

Nesse lar, as escolhas ousadas refletem o estilo irreverente dos moradores

Quando a editora de moda Larissa e pisou nesse apê pela primeira vez, há 14 anos, ela não poderia imaginar que um dia estaria chamando esse espaço de casa, mas o destino deu algumas voltas e a surpreendeu. Naquela época, ela tinha acabado de chegar do Sul para morar em São Paulo, e quem vivia no endereço de 70m² era uma grande amiga sua. “Lembro como se fosse hoje eu chegando na cidade cheia de sonhos, medos e expectativas. Deixei minhas malas onde ficaria hospedada e na sequência fui até o apartamento da Lelê. Lembro de vê-lo e pensar: Uau, a Lelê mora aqui!?”, ela conta. Larissa se encantou por vários detalhes do apê: a localização, o predinho, os espaços… e sonhou um dia viver em um lugar parecido.

Avançando o tempo para dez anos depois, eis que o apartamento deu um jeito de encontrá-la novamente. Após morar em diversos endereços espalhados pela cidade, Larissa ficou sabendo que havia um apê vago nesse prédio e, por coincidência, era exatamente o mesmo que ela havia visitado no passado. “São coisas do destino”, como ela diz.

Alguns anos depois de se mudar, a moradora decidiu que estava na hora de fazer uma reforma para deixar os ambientes mais confortáveis e de acordo com sua rotina. A maior transformação foi integrar a cozinha com a sala e construir uma bancada alta para refeições rápidas. Por volta da mesma época, seu namorado, o diretor de arte Lucas, passou a viver junto com ela, então o casal aproveitou o timing para fazer outras adaptações na decoração. “Como a casa já iria ficar com uma cara nova, quis também mudar as cores da cozinha e da sala para o espaço ter o nosso estilo, e não só o meu. Escolhemos tudo juntos e amamos o resultado”, ela explica.

Além das cores divertidas, algo que logo chama a atenção no apartamento é a ausência de sofá. Larissa e Lucas optaram por retirar o móvel do cômodo porque acabavam não o utilizando, então ele só atrapalhava e ocupava espaço. “Nós amamos cozinhar e receber amigos (quando ainda podia!), por isso usamos mais a cozinha, a bancada e a mesa”, ela fala. Inclusive, a peça de madeira foi um achado de Lucas: ele garimpou a mesa com um amigo que estava de mudança e ela se encaixou perfeitamente no local. “Foi fofo vê-lo todo feliz com o primeiro móvel escolhido por ele aqui dentro da nossa casa”, Larissa lembra. Agora, quando o casal quer descansar ou ler livros, os dois se acomodam confortavelmente nas poltronas que ficam ao lado da estante.

A decoração e a forma como os moradores ocupam cada ambiente refletem diversos lados de suas vidas. O gosto pela culinária vem de família tanto para Larissa quanto para Lucas – e agora com a quarentena esse hábito se intensificou. Além disso, as carreiras de ambos em áreas criativas também impactam no visual do apartamento: enquanto ela usa seu repertório de moda para enxergar tendências, cores e tecidos, Lucas contribui com seu olhar apurado de diretor de arte. Para completar o clima, o casal sempre deixa playlists rolando de fundo, como se o lar tivesse sua própria trilha sonora, e eles também adoram fazer pequenos rituais diários de bem-estar, como usar óleos essenciais, acender velas perfumadas, pingar lavanda nos travesseiros antes de dormir e tomar um chá feito com ingredientes especiais toda noite.

O quarto, agora coloridíssimo, passou por uma das maiores mudanças trazidas pela quarentena. Larissa e Lucas já pensavam em pintar o cômodo desde o começo do ano, mas eles acabaram cancelando o serviço por conta do isolamento. Como estavam ficando em casa 24horas por dia, decidiram fazer a pintura eles mesmos – e com mais cores ainda. “Pesquisa vai, pesquisa vem, achei uma foto com essa composição de 4 tons: pistache, azul, rosa e mostarda. Bingo! Mostrei pro Lucas, ele amou e começamos a função. Deu trabalho, mas foi muito especial colocar a mão na massa e fazer”, ela conta.

Os dois amam ficar em casa e curtir seu espaço juntos, então para eles era importante que o apartamento fosse leve e alegre. Esse carinho com o lugar onde moram é uma influência de suas famílias. A moradora brinca que sua mãe adora uma reforma e está sempre mudando algo, pintando, trocando estofados… “Cresci olhando as revistas de decoração dela e brincava de recortar os móveis para montar novas possibilidades com colagens. Cheguei até a pensar em fazer um curso de arquitetura, mas a moda gritou mais alto aqui dentro”, ela diz. Lucas, por sua vez, também se inspira em sua mãe: “Ela construiu a casa onde ele viveu a infância e mora lá até hoje. Ele tem uma grande admiração pela mulher forte e guerreira que ela é e pelo que conquistou e construiu com seu trabalho, então com certeza esse cuidado com a casa veio dela também”, Larissa explica. É assim, com muito afeto e muita troca, que o casal cultiva seu lar todos os dias.

Fotos por Felco

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 22

  1. Muito bonito! Queria saber de onde é o arranjo de flores que está no vaso rosa de sereia? As floras são muito lindas!!!

    Responder
    • Oi Martina, tudo bom?
      As flores são da @amorphophallus.floralbeaute. O trabalho deles é lindo, mesmo.
      Beijos

      Responder
  2. Amei tudo nesse apartamento! Muito bela a decoração, os objetos, as cores! E a história dos dois e do ap uma graça. Passa uma leveza, harmonia, bem estar e aconchego! Parabéns!!!

    Responder
  3. Olá, gostaria de saber qual a cor do rosa usada na sala. Grata!

    Responder
    • Oi Ana, tudo bom?
      Muitas pessoas nos perguntaram no Instagram e estamos tentando descobrir com a moradora, mas por enquanto ela ainda não nos informou.
      Bjs

      Responder
  4. Adorei esse apartamento. Quero saber se a tinta azul usada na parede foi a mesma utilizada na pintura do guarda roupa.

    Responder
  5. Muito!!! Muito bonito e uma decoração delicada!!! Adorei!!!
    Saindo da decoração um pouco… gostaria de saber de onde é a pantufa xadrez dela!!!

    Responder
  6. Amei! Vocês saberiam dizer de onde é a poltrona rosa, por favor?

    Responder
    • Oi Marcela, tudo bom?
      Essa poltrona foi garimpada na loja Verniz, que é um antiquário.
      É um modelo dos anos 70 do designer Percival Lafer. Linda, né?

      Responder
    • Linda mesmo! Muito obrigada pela resposta!

      Responder
  7. Amei esse apartamento <3 A decoração e a posição dos moveis, muito bem distribuídos. Bacana!

    Responder
    • Muito legal mesmo! Adoramos que eles quebraram o padrão e decidiram não ter sofá.
      Bacana que gostou também. Beijos

      Responder
  8. Que apartamento bonito, um astral muito legal.

    Responder
  9. Um apê esplêndido!

    Responder
  10. Que casa alegre e criativa! Amei!

    Responder
  11. Para o meu gosto, foi a harmonização de cores mais perfeita que já vi nessa série. O quarto ficou lindo. Muito interessante o detalhe dos olhos fechados na porta. Acho que vou morar lá com eles… rss

    Responder
    • Oi Lidia, tudo bom?
      Ficou realmente linda essa mistura de cores, a gente gostou muito também. Bem original, né?

      Responder