Às vezes um pequeno desvio de percurso pode guardar boas surpresas. A youtuber Marieli brinca que encontrou seu apartamento porque, certo dia, uma luz veio do céu e indicou um caminho diferente em sua volta da academia. Ela ainda não estava oficialmente em busca de um novo lar, mas já pensava em procurar um apê com mais espaço, pois se sentia apertada onde vivia. “Peguei uma rua pela qual nunca havia andado antes, passei por esses prédios mais antigos e com jardins floridos e vi uma pequena plaquinha de ‘Aluga-se’. Quando botei o pé no apartamento, me deparei com uma sala grande e com vista para os prédios desde a Rua Augusta até o Edifício Itália, Farol Santander e a Catedral da Sé. Sabia que era um grande achado”, a moradora conta.

Mesmo vivendo na capital paulista há 3 anos, a gaúcha confessa que nunca havia encontrado um lugar onde pudesse se sentir realmente em casa ou experienciar a verdadeira São Paulo, como sente que faz agora, morando perto do Centro. Com mais espaço para reunir tudo o que gosta, foi natural para Marieli que um de seus principais interesses começasse a tomar conta do apê: as plantas! Como cresceu no interior do Rio Grande do Sul – com seus pais a ensinando a lidar com a terra e a flora – levar as espécies para dentro de casa foi uma forma de resgatar seu passado. Mas, além das plantas, o clima de natureza foi construído com outros elementos da decoração, como as cores verde e marrom, e também materiais rústicos de texturas naturais.

Para a youtuber, estar entre tantas folhas e flores impacta diretamente em seu astral: “Digamos que eu me sinto no lugar mais tranquilo e perfeito do mundo dentro da minha casa e que as plantas são fundamentais para esse sentimento acontecer”, ela conta. Apesar dos cuidados serem diários e trabalhosos, a moradora não encara como uma obrigação e sim como um hobby um tanto quanto terapêutico, que envolve entender a comunicação das espécies e até trocar experiências com amigos e conhecidos que compartilham desse mesmo amor pelo verde.

Marieli tem bastante sensibilidade para lidar com as plantas e isso ajuda, mas para ela a grande diferença está em observar o comportamento de cada uma. “Elas são muito comunicativas. Se houver algo errado, a planta vai te falar de algum modo e a partir disso você descobre o que fazer. Ao longo do tempo, pessoas que também gostam muito do tema apareceram no meu caminho e desenvolvemos, além da troca de dicas e mudinhas, amizades. Conversar com gente real sobre o que funciona para uma espécie e o que não funciona para outra vem se mostrando mais humano e com um desempenho melhor do que fazer uma simples pesquisa no Google”, ela fala.


Como deu a sorte de encontrar um apartamento em ótimo estado, Marieli não precisou investir em reformas, mas um detalhe não a agradava muito em seu quarto: a suíte possuía tantos armários que a faziam se sentir na antiga casa de um acumulador. Para resolver isso, ela entrou em contato com o proprietário, que permitiu a retirada do guarda-roupas do quarto, já que o apê conta também com um cômodo para closet. Com essa mudança realizada, e o móvel, que estava em bom estado, devidamente doado, a gaúcha pôde decorar o ambiente de uma forma mais interessante, com direito à mão na massa para a pintura das paredes e do teto, e à instalação de um papel de parede da marca branco. que tem tudo a ver com a sua morada: o modelo Flores Imaginárias, assinado pela artista Pat Lobo.

Em um lugar onde a gente se sinta bem, a youtuber acredita que tudo pode se transformar em rituais de bem-estar, desde acender uma vela, dançar sua música favorita pela sala ou cuidar de tantas plantas. “Apesar de sempre gostar de decoração de interiores e de jardinagem, acho que nunca me enxerguei nesse lugar em que estou hoje. Isso é o mais fantástico, a vida nos leva para caminhos que nunca antes imaginamos”, ela diz.

Fotos por Felco