A busca por aconchego e pela liberdade na decoração foi o fio condutor da reforma realizada pela moradora dessa casa antiga em Pinheiros, São Paulo. Chantalrenovou o visual da construção sem descaracterizar os pontos positivos da arquitetura original, acrescentando elementos que deixaram os espaços mais jovens e despojados – a parte elétrica com tubulação à mostra é um deles. Cada ambiente conta um pouquinho sobre os hábitos, a história e a personalidade da família, compondo um lar onde a principal regra é ser feliz. Veja abaixo quatro ideias que nos inspiraram na casa da arquiteta.

E o link para a matéria completinha está AQUI.

1. Tubulação aparente pintada de preto: Ao invés de rasgar o teto e as paredes para criar novos pontos de luz e energia, Chantal apostou na tubulação aparente como uma solução mais rápida. Muita gente também faz isso, mas o que torna a ideia da moradora diferente é que essas tubulações foram pintadas de preto. Assim elas ganham ainda mais destaque e arrematam a decoração.

2. Estante para camuflar a geladeira: A arquiteta optou pela cozinha integrada, porém buscou formas de deixar os eletrodomésticos menos evidentes. “A estante de livros de culinária cobre a lateral da geladeira, funcionando como ‘biombo’ para esconder algo que não queríamos ver toda hora”, ela fala.

3. Laje sem uso convertida em terraço: Não é todo mundo que pode aderir a essa ideia, porque ela demanda uma reforma mais pesada, mas de qualquer maneira fica a dica para quem está encarando (ou vai encarar) uma grande obra. Que tal checar se aquela laje sem uso não pode se transformar em um terraço acolhedor?

4. Móveis à prova de crianças: Na hora de escolher as cadeiras da sala de jantar, Chantal deu preferência a modelos de plástico, que são mais resistentes e não mancham com facilidade. Assim suas filhas podem brincar à vontade e os adultos também saem ganhando, pois as cadeiras são bem confortáveis. Vale levar esses fatores em conta quando for comprar os móveis da sua casa.

Fotos por Gisele Rampazzo