Quase todo mundo começa a decorar a casa a partir da sala – e é natural que seja assim, afinal é nesse espaço que recebemos as visitas e reunimos a família todos os dias, então ele ganha prioridade. No apartamento da arquiteta Gabriela a história também seguiu esse caminho: primeiro ela finalizou a reforma da sala integrada para depois se dedicar à decoração dos três quartos, sendo um de casal, um para seu filho Bernardo e um último que funciona como home office e brinquedoteca ao mesmo tempo. * Nós já mostramos a cozinha linda e colorida da Gabi aqui no blog, mas fizemos questão de voltar ao apê para registrar também os quartos.

A inspiração para a criação desses novos espaços veio do estilo escandinavo, uma estética admirada pela moradora há anos: “Os projetos nórdicos são diferentes da arquitetura de interiores que tínhamos no Brasil. São ambientes mais leves e descompromissados, com menos marcenaria fixa e um pouco de mistura do clássico com o contemporâneo. Aos poucos fui aplicando esse conceito em meus projetos, inclusive em minha casa, que é como um laboratório de testes”, ela explica. Apesar dessa influência nórdica, a decoração dos quartos também tem bastante cor – essa foi a maneira que Gabi encontrou de ‘abrasileirar’ o estilo, deixando-o mais vivo e alegre.

Ideias legais no quarto do casal:

Segundo a moradora, todo quarto precisa de algum elemento em madeira, pois o material traz calor e aconchego. No cômodo que Gabi compartilha com o marido Rene o acabamento aparece no piso de tacos antigos e na cabeceira de pinus, uma de suas espécies preferidas. “É uma madeira leve, com a qual consegue-se uma estética mais clean para os ambientes”, ela diz. De ponta a ponta da parede, a cabeceira alonga o espaço e emoldura a cama. “Outra coisa que deixa o quarto mais confortável são os tecidos – cortinas, almofadas de texturas diferentes, mantas…”, completa.

Clima divertido no quarto do bebê:

“O quarto do Bernardo é o ambiente que eu mais amo na casa. Desde que fiquei grávida, mergulhei de cabeça nesse universo infantil”, a arquiteta anuncia. Não por acaso, a decoração está recheada de peças divertidas, muitas cores alegres e mimos. A começar pela parede de bolinhas, uma ideia simples e barata feita com adesivos, e pela árvore com ganchos que serve para pendurar de tudo um pouco: mochilinha, toalha de banho, roupão, bonés… A marcenaria foi desenhada por Gabi, que repaginou o armário antigo com acabamentos mais claros e criou uma cômoda bem larga para que o móvel não perca sua função quando o filho crescer.

Dupla função no quarto de brincar:

Para conseguir trabalhar em casa e ao mesmo tempo acompanhar todas as aventuras de Bernardo, a arquiteta transformou o terceiro quarto do apê em um misto de brinquedoteca e home office. Nesse cômodo a presença das cores é ainda mais marcante: as paredes foram pintadas de cinza, o teto é turquesa e as almofadas mesclam diferentes estampas. “As almofadas são da minha marca, Tri.Co Decor, então consigo criar qualquer estampa em qualquer cor de acordo com o que imagino para cada projeto”, Gabi conta. Para completar, o tapete com desenho de nuvens pode ser lavado em casa na máquina, o que é uma vantagem e tanto para quem tem filho pequeno e rotina corrida.

[galeriaProduto produtos=”305,306,308,304,303″]

Fotos por Gisele Rampazzo