Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio. 

Ana Pessoa é mineira e cresceu morando em cima do Bar do Munhoz, um estabelecimento de espanhóis em Belo Horizonte que possuía o melhor bolinho de feijão da cidade. Ali ela colecionou momentos inesquecíveis, como as Copas do Mundo dos anos 70 e 80 ou o carnaval de rua de Santa Tereza. Frederico Campos, marido de Ana, é carioca e nunca abandonou o jeitão despojado do Rio de Janeiro. Durante a infância ele viveu em um apartamento em Laranjeiras e aproveitou bastante o clima tranquilo da região. Apesar de terem nascido em partes diferentes do país, os dois se encontraram, se apaixonaram e decidiram vir para São Paulo em busca de crescimento profissional. Ao invés de lutar contra o ritmo acelerado da metrópole, o casal se adaptou muito bem e conseguiu encontrar o equilíbrio perfeito em um apê amplo, luminoso e com um jardim na cobertura.

Durante 11 anos Ana e Fred se instalaram no coração da Vila Madalena, entre casinhas antigas, bares e prédios descolados, porém a chegada do pequeno João Max os motivou a procurar um imóvel maior, um pouco mais longe do barulho e do trânsito. Assim eles se depararam com o apartamento de dois andares no Sumarezinho, bairro vizinho que ainda preserva uma atmosfera bucólica e a vida em câmera lenta. O prédio é simples, mas a chance de ter uma área particular ao ar livre logo conquistou o casal. Encantados pelo potencial do lugar, eles não deixaram a oferta escapar.

decoracao-historiasdecasa-apartamento-duplex-moderno-01

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-04

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-05

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-06

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-07

Como toda família que acaba de se mudar, Ana e Fred sonhavam em deixar os espaços com a sua cara. Além disso, eles sabiam que era preciso preparar os cômodos para garantir o conforto de João, então móveis resistentes e circulação livre foram prioridade. Nos anos 90 Ana chegou a trabalhar como trainee na revista Casa Claudia, então provavelmente essa experiência a ajudou a compor a decoração com mais autonomia, garimpando objetos e fazendo escolhas acertadas. Outra fonte de inspiração foi o Pinterest, usado para reunir diversas ideias e referências que mais tarde seriam colocadas em prática com a ajuda de uma arquiteta, como o piso do banheiro de mosaico português, as luminárias da sala de jantar, a mistura de cores…

Apesar de terem idealizado a maioria das alterações sozinhos, os moradores reconhecem que a orientação de um profissional foi crucial para que a reforma realmente desse certo. A arquiteta Luciana Murakami não só determinou o que era possível ser feito, como também os auxiliou em relação ao custo-benefício de determinados materiais. Um bom exemplo é a escada, repaginada com chapas de metal pintadas de preto encomendadas a um serralheiro talentoso – antes do makeover a estrutura pré-moldada de concreto não tinha nenhum atrativo e também não garantia segurança para uma criança pequena, por isso o novo guarda-corpo veio a calhar e ainda se transformou na assinatura da casa.

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-08

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-09

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-14

A parte mais pesada da obra no térreo se concentrou na cozinha, que cresceu em tamanho após perder algumas paredes. Além da integração, o casal investiu em revestimentos charmosos, como a bancada com frontão alto de mármore Carrara italiano, os armários de laca colorida e o ladrilho hidráulico de demolição no piso. Esse mix de elementos disfarça as medidas enxutas do ambiente e ainda o transforma em um canto aconchegante dentro do apê. As cadeiras de madeira são uma herança do antigo endereço e embora tenham marquinhas do tempo Ana e Fred não conseguiram se desfazer das peças.

A madeira maciça, aliás, é a matéria-prima de outros dois móveis importantes para o casal que ocupam posição de destaque no living: a mesa de jantar, com tampo de teca e pés reaproveitados de uma outra mesa que Ana havia ganhado de sua mãe anos atrás, e o sofá de peroba rosa de demolição, muito resistente e desenhado pela equipe do designer Paulo Alves especialmente para o apartamento. Para garantir uma manutenção simples, novamente tendo em vista as baguncinhas orquestradas por João, a moradora encomendou um futon feito de tecido emborrachado e próprio para áreas externas – assim não há giz de cera ou suco derramado que ameace a sala de estar.

Cheia de energia e iniciativa, Ana é atraída por tudo o que faz seu coração bater mais forte, seja uma lembrança de família ou uma obra de arte marcante. A imensa fotografia que fica na sala de jantar é assinada por Flávia Junqueira e foi comprada de supetão: “Entrei na galeria e falei: É minha! Ela me lembrou da temporada que passei em Paris, por isso gostei tanto. E olha que deu um trabalho trazê-la pra casa, pois a tela teve de ser içada, a janela foi desmontada…”, lembra ela. No fim, cada esforço valeu a pena.

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-03

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-10

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-11

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-12

decoracao-historiasdecasa-apartamentoduplex-moderno-13

Não apenas mineira e não apenas carioca, Ana e Fred são verdadeiros cosmopolitas. Juntos já passaram por endereços em Cuba, França, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Fortaleza… Por isso todos esses lugares (e as coisas vindas de lá) encontraram um espacinho no apê dos dois. Se a morada é prática e moderna? Sim, mas não menos acolhedora por isso – que o digam os amigos, sempre recebidos de portas abertas e um sorriso no rosto.

Ficou curioso para conhecer o andar de cima do apê? Então volta no blog amanhã para ler o Capítulo 2 e descobrir outros ambientes lindos.

Fotos por Rafaela Paoli

CONTINUA