Afinal, qual o grande segredo para ter uma casa mais aconchegante? Para nós, a diferença entre um espaço que abraça e um espaço pouco acolhedor está diretamente ligada às texturas e tecidos que compõem a decoração. Já notou como um ambiente com acabamentos agradáveis ao toque faz a gente se sentir em casa? O Antes e Depois de hoje fala exatamente disso: como transformar uma sala neutra em um lugar mais gostoso e confortável para os moradores usando tecidos. Nos unimos à marca Villa Nova Tecidos para fazer um makeover incrível no sofá e nas janelas da Stephanie e do Eduardo, que estavam antigos e sem vida. Vem conferir o resultado com a gente e tirar todas as suas dúvidas sobre reforma de sofá!

A história da Stephanie e do Eduardo com essa casa começou em plena pandemia, já que a mudança para o endereço aconteceu 5 meses atrás. Eles logo se apaixonaram pela sala por ser bem iluminada e arejada – além de ter um piso lindo de granilite – mas a decoração ainda está em processo de construção. Os móveis foram reaproveitados da antiga casa onde eles moravam, porém o sofá já apresentava alguns problemas, com trechos desgastados e muitas manchas causadas pela cachorrinha do casal, a Mirra.

“Inicialmente até pensamos em vendê-lo e trocar por um novo, mas gostamos muito desse modelo e ele cabia exatamente no espaço da nossa sala, que é estreita. Valia mais a pena reaproveitá-lo. A ideia de reformar com um tecido mais nobre era um sonho antigo, então quando vimos a opção de mudar para um material superior e trocar a cor foi perfeito”, Stephanie explica. Fazer uma opção mais sustentável e que gerasse menos desperdício também foi importante na decisão do casal de reformar o sofá ao invés de comprar um modelo novo. Basicamente 80% da decoração deles é feita de itens garimpados e reutilizados, então com o sofá não seria diferente.

ANTES & DEPOIS

* Mova as setinhas nas fotos para a direita e para a esquerda para conseguir comparar direitinho as duas versões!

sala com luminária de papelsala com sofá verde oliva

Para a escolha do tecido, da marca Villa Nova Tecidos, os moradores se basearam a princípio na cor, pois precisavam de um tom mais escuro que fosse resistente a pequenas manchas e que camuflasse melhor os pelos da cachorra. “O material também foi definido dessa forma. Queríamos um tecido durável, mas bonito e que combinasse com o estilo da nossa casa, por isso escolhemos uma composição que tivesse linho, porém de uma qualidade superior e mais forte”, Stephanie diz.

Outra mudança que ajudou a trazer aconchego à sala foram as cortinas, também confeccionadas com tecidos da Villa Nova Tecidos. O casal buscava um material leve, prático e que não barrasse tanto a luminosidade do ambiente, já que um dos pontos fortes do espaço é justamente sua luz natural. “Ao mesmo tempo, queríamos que as cortinas deixassem o cômodo mais escuro somente quando decidíssemos usar o projetor, e esse tecido foi a escolha ideal”, eles contam.

Para realmente completar a decoração e fechar com chave de ouro, Stephanie e Eduardo escolheram outros acessórios na Villa Nova Tecidos, como almofadas coloridas e uma manta bem acolhedora feita à mão. Como a loja tem uma grande variedade de produtos, foi fácil encontrarem opções que combinassem com a nova versão do sofá e com as cortinas, trazendo um clima praiano e natural para a composição do espaço.

** Se animou com a transformação e quer fazer em casa também? Então confere nosso CUPOM: use HISTORIAS15 para ganhar 15% off comprando no e-commerce da Villa Nova Tecidos (válido até o dia 30 de dezembro de 2020) **


Tem dúvidas sobre reforma de sofá?

Se animou com a história e quer reformar um sofá também? Abrimos uma caixa de perguntas em nosso Instagram e recebemos diversas dúvidas dos leitores, então decidimos responder todas elas com a ajuda da equipe da Villa Nova Tecidos para você usar como um guia antes de transformar seu sofá. Olha só:

Principais dúvidas

  1. Vale mais a pena trocar o tecido/estofamento ou comprar um novo? Depende. Se a estrutura do sofá for de boa qualidade, vale muito a pena, pois um sofá com uma estrutura durável é muito caro. A avaliação de um bom tapeceiro pode ajudar.
  1. Dá para fazer o reestofamento em casa? No estilo faça você mesmo? De um sofá ou poltrona não, pois requer muita técnica e experiência. O assento de uma pequena cadeira talvez possa ser feito.
  1. Precisa desmontar o sofá para reformá-lo? Sim, pois o tapeceiro precisa verificar cada parte do sofá, como está a estrutura, se as cintas ou molas estão em ordem, se tem cupim na estrutura, etc.
  1. Dá para mudar detalhes no modelo do sofá na hora de reformar? Trocar pés e formato do encosto, ou diminuir o tamanho, por exemplo? Depende do modelo do sofá, mas na maior parte das vezes é possível modificar sim.
  1. Quando trocar o estofado ou apenas lavar o velho? Se só o tecido está sujo e as espumas e estruturas estão ok, a higienização pode resolver. Mas algumas manchas não saem com a higienização, aí só trocando o tecido mesmo.
  1. É melhor fazer uma capa ou trocar o estofado? Se a pessoa quer uma solução mais rápida e um pouco mais barata, a capa é uma ótima alternativa. Mas tem que lembrar que quando a capa for lavar o tecido danificado ficará aparente.
  1. Como tirar medidas para fazer uma capa? O ideal é que a pessoa que vai confeccionar tire as medidas.
  1. Como saber se a estrutura do sofá ainda está boa? Tirando o forro na parte inferior do sofá já dá para ter uma ideia se o madeiramento está bom. Mas o ideal é tirar o tecido e espumas para avaliar melhor.

Sobre a escolha de tecidos:

  1. Quais os tecidos mais indicados para quem tem pets, especialmente à prova de gatos? As camurças sintéticas (suede) e o PET (anti-gato). São tecidos à base de poliéster e os gatos não conseguem desfiar. São fáceis de limpar também.
  1. Quais os melhores tecidos para que ele não sofra peeling e seja fácil de limpar + confortável? Camurça sintética (suede) também.
  1. Tecidos que não encolham para fazer uma capa removível que dê pra lavar: Se o tecido for natural e ele receber um beneficiamento chamado pré-encolhimento, ele não irá encolher mais. O mais utilizado é a sarja. Tecidos à base de poliéster não encolhem, mas nem todos têm bom caimento para capa.
  1. Como escolher um tecido fácil de limpar, para quem tem pets e filhos? Devem ser tecidos à base de poliéster, pois limpam com mais facilidade e são também mais resistentes. Hoje temos também os tecidos tecnológicos, que são 100% poliéster e recebem um tratamento anti-manchas que permite que qualquer tipo de mancha seja removida.
  1. Como avaliar a qualidade do tecido na hora de escolher? Pela ordem: aparência, toque, composição e preço.
  1. Qual o melhor tipo de tecido? Que não vá esgarçar? Todo tecido é bom, se pensarmos bem na finalidade dele. Os mais resistentes são:  camurças, chenilles, veludos, jacquares e lonas. Os tecidos à base de poliéster com tramas fechadas também apresentam boa resistência.
  1. Linho e algodão são boas opções ou a durabilidade é ruim? São muito frágeis? Se você procura conforto e elegância, são tecidos perfeitos. Dependendo do uso podem ser sim muito duráveis, mas são mais frágeis que a maioria dos tecidos. E por serem naturais têm uma manutenção mais difícil, pois a sujeira penetra mais fundo na fibra e a limpeza é mais complicada.
  1. Quais cores de tecido são melhores quando não se sabe como será o restante da decoração? O ideal são as cores neutras, que não vão comprometer o restante da decoração. Cinza, bege e fendi são as cores mais utilizadas.
  1. Tem como reformar apenas as molas/espumas? Sem trocar o tecido? Não. A partir do momento que você desmonta as almofadas e braços, o tecido já não pode mais ser reaproveitado. A não ser para almofadas decorativas.
  1. Como limpar e fazer manutenção de sofá de couro? A melhor maneira de conservar o sofá de couro é hidratá-lo e de preferência isso deve ser feito por uma empresa especializada, 1 vez ao ano. No dia a dia, a limpeza deve ser feita com aspiração para eliminação do pó e um pano umedecido com água e sabão neutro. Depois passar outro pano úmido para tirar o sabão.

Outras dúvidas:

  1. Tem como salvar um sofá com espuma murcha? Não, a não ser trocar a espuma. Uma vez murcha ela não volta.
  1. Qual densidade de espuma usar? Para que não fique muito durinho nem muito molenga? Densidade 28.
  1. Cupim na estrutura. Vale a pena reformar ou melhor trocar? Não vale o risco. Melhor trocar.
  1. Como transformar um sofá com manchas de xixi de cachorro? Contanto que não tenha nenhum cheiro, de maneira provisória, você pode mandar fazer uma capa. Mas o ideal é trocar as espumas e tecido.
  1. Como tornar o sofá mais dinâmico? Fazer várias capas diferentes? É uma boa ideia ter capas diferentes. Outra dica é trocar sempre as almofadas e mantas.
  1. Assento do sofá queimado com ferro de passar tem solução sem precisar reestofar? Não, precisa reestofar.
  1. Como identificar um modelo usado (de brechó) que tenha potencial para reformar? Normalmente sofás antigos têm boa estrutura e vale a pena a reforma. Mas se for possível avalie o madeiramento e as cintas, que é o que será aproveitado, pois certamente o tecido e as espumas precisarão ser trocados.

Fotos por Leila Viegas