Decoração praiana para matar a saudade do mar

Cores, estampas e muitas memórias dão vida ao lar dessa família

O apartamento dos designers Marília e Mairum tem a mesma energia de um banho de mar num dia ensolarado. Para entrar, é preciso tirar os sapatos e, apesar de o piso ser de madeira, é quase possível sentir a textura da areia ao tocar os pés no chão. Todo esse clima é herança do período em que a família morou em Ilhabela, onde o casal realizou dois sonhos ao mesmo tempo: o de viver junto ao mar e o de ter um filho. “Me conectei tanto com a ilha que decidimos que o Martim nasceria lá. Foi um parto natural lindo e emocionante que não poderia ter sido em outro lugar”, diz a moradora.

Agora de volta a São Paulo, ela e Mairum reconstroem o ambiente praiano em um apartamento no Alto de Pinheiros. O imóvel pertence à família do cunhado de Marília e já foi o lar de sua irmã durante 8 anos, por isso estava reformado e pronto para receber a mudança. “O apê ficou vago por um tempo e eu decidi vir morar aqui. É perto do meu ateliê, de um parque, fica em uma rua calma e sem muito movimento…”, conta a designer, que possui uma marca de luminárias e outros produtos tão alegres e coloridos quanto a sua casa.

Na hora de decorar, Marília deixa fluir a vocação que já se manifesta nela desde criança e é um legado de família. “Minha avó contava que, quando eu era pequena, pedia para entrar nas casas das amigas dela para conhecer e ela morria de vergonha… além disso, minha mãe sempre teve muito jeito para decorar e era tão animada que às vezes passava a madrugada trocando os móveis de lugar”, ela lembra. Com a moradora, a inspiração é parecida: ela pode passar horas mudando as coisas de posição, fazendo novas composições e admirando os resultados.

Com um repertório naturalmente alegre e colorido, os pontos de partida do visual tropical do apê foram os remos e a planta costela-de-adão na sala, seguidos pelas fotos dos primeiros anos de Martim na praia e da vista que eles tinham em Ilhabela. A partir daí, a decoração já estava bem praiana e Marília não abriu mão de ter algumas de suas luminárias estampadas espalhadas pelos cômodos e também de caçar outros garimpos, como macramês e tapeçarias. “Usei muitas plantas tropicais e peças de palha que ajudaram a trazer esse clima natural, como os leques e os cestos”, ela conta. Entre suas ideias, uma das mais criativas foi usar um bambu no lugar do varão tradicional das cortinas, o que acabou sendo até mais econômico.

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

No quarto do Martim, a inspiração vinda do mar é para que ele não se esqueça de sua origem e do lugar lindo onde nasceu. Tem mapa, remo e peixes, mas também tem uma pegada retrô, com um beliche que pertenceu ao cunhado de Marília e aos seus sobrinhos: “Minha irmã reformou, pintou e fez essa casinha que ficou linda! Eu completei e fiz uma cortininha para dar um charme”, a moradora explica.

Nesse lar, estão guardadas muitas lembranças de momentos felizes vividos em família, e, para Marília, o apê é um lugar aconchegante e acolhedor feito com coração e alma. Mesmo se considerando bem caseira, ela não abre mão de uma festa, por isso as portas estão sempre abertas para as pessoas queridas e com um clima tão alegre e solar, não há quem não se deixe contagiar pela alegria do espaço.

Texto por Yasmin Toledo | Fotos por Felco

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Deixe uma resposta para Elaine Fidelis Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 14

  1. Um encanto de casa com essas estampas de colorido suave! Adorei!!

    Responder
  2. Nossa que delícia de apartamento!! Decoração leve e fresquinha como a brisa do mar

    Responder
  3. Amei cada detalhe! Tudo muito lindo!

    Responder
  4. Gostei muito. Obrigada.

    Responder
  5. Clara, confortável e alegre. Amei!

    Responder
  6. Adorei! Realmente a decoração nos remeteu a uma casa na praia. Tudo de muito bom gosto.

    Responder
  7. Maravilhoso esse apartamento, muito aconhegante! Queria saber de onde é a capa do sofá?

    Responder
    • Lindo, né? A moradora mandou fazer a capa do sofá com uma costureira. É a melhor alternativa, porque aí fica bem certinho na medida do sofá.
      Beijos

      Responder
  8. Ficou lindo! Ameeei

    Responder
    • Oie! Nós também amamos conhecer sua casinha nova. Obrigada por nos receber, está incrível.

      Responder
  9. Tudo muito lindo com muita alegria deixando uma leveza no ambiente.

    Responder