Relíquias de família na decoração

Apartamento aconchegante e com muitas lembranças no Edifício Saint Honore

No alto do edifício Saint Honore, um prédio criado por Artacho Jurado em plena Avenida Paulista, existe um apê que mistura passado e presente sem poupar personalidade e sentimento em cada escolha da decoração. É nesse contexto que o casal formado pela account manager Luiza e o empresário Luis vive sua rotina, conciliando a correria do dia a dia atarefado com a nostalgia proporcionada por um lar cheio de histórias e itens de família. A verdade é que os dois são apaixonados pelo universo do design e acabam contribuindo com o apartamento cada um à sua maneira.  Enquanto Luis possui um estilo clean e minimalista, Luiza se considera mais apegada às memórias afetivas de objetos e mobiliários, e, dessa forma, os dois se complementam e constroem juntos uma morada que reflete a essência de ambos.

Quando decidiram se mudar de seu antigo endereço, eles não pensavam que encontrariam um imóvel que correspondesse tão bem a seu estilo de vida, mas assim que Luis visitou o apê pela primeira vez, já pôde notar seu potencial: “Ele me ligou e falou que eu precisava ver este lugar! Saí do trabalho e vim de novo com ele. Ao entrarmos, nós imaginamos como seria ter essa vista diária, visualizamos festas na sacada e como podíamos levar uma vida gostosa aqui”, conta Luiza.

Mesmo morando de aluguel, o casal resolveu investir em uma reforma para melhorar sua conexão com a casa. Além da parte elétrica, que precisou ser trocada, o piso recebeu uma restauração, o banheiro foi refeito e a cozinha ganhou armários em tom rosa claro, além de ter sido integrada à área social. A irmã do morador e arquiteta, Ana Luísa Alt, foi quem abraçou as ideias do casal e ajudou também com sugestões na parte mais técnica.

Na sala de estar, o clima do apartamento é bem representado pela escolha dos móveis. “Como o pé-direito é alto, pensamos em criar uma estante ampla que preenchesse a parede principal. Ela seria o grande ‘tchan’ do cômodo e, com uma pegada mais moderna, iria contrastar bem com os itens que queríamos garimpar na casa da minha bisavó. A mesa de jantar, as cadeiras, a poltrona amarela, o pufe e o bar são tesouros de família”, conta a moradora. Para Luis, a estante se tornou um xodó, pois foi desenhada por ele junto com arquiteto Antônio Sampaio; já para Luiza, conviver com tantos trechos de sua história é um privilégio que agrega valor sentimental à decoração.

Como Luis e Luiza gostam de receber amigos e família, a varanda ajuda na hora de comportar todo mundo. Ela é larga e percorre todas as janelas do quarto, dando a impressão de se estar em uma casa. Mas os atributos desse espaço não são puramente funcionais: o guarda-corpo desenhado e o piso em pastilhas também presenteiam condôminos e visitas com uma estética charmosa herdada dos anos 50. O cachorro Tommy representa grande parte da rotina no apê, dando vida e alegria ao lugar. “Ele adora sentar na cadeira da varanda para pegar sol. Achávamos que ele iria se beneficiar do tamanho do apartamento, mas a verdade é que ele dorme a maior parte do tempo”, brinca o casal.

Acostumados a morar em imóveis alugados, Luis e Luiza já viveram em diferentes endereços, e mesmo com essas mudanças, sabem muito bem como formar um lar:  “Continuamos acreditando que a casa reflete a personalidade dos donos, por isso é natural e desejável que mudanças aconteçam. Amadurecemos, mas permanecemos com a mesma essência. Como somos ligados a objetos com memória, continuaremos levando nossos tesouros aonde quer que formos”.

Fotos por Rafaela Paoli

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Deixe uma resposta para Luiz Leonel Oliveira Baracat Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 5

  1. Amei!!!!

    Responder
  2. Olá.
    Onde a Ana Luisa Alt, irmã do morador, encontrou a solução da prateleira da sala? Ela mandou fazer ou encontrou pronta no mercado?

    Responder
    • Oi, tudo bom?
      Na verdade a estante foi desenhada pelo Luis Alt, morador, junto com o arquiteto Antônio Sampaio, e feita sob medida. Bjs

      Responder
  3. Charmoso !! E morrendo de curiosidade para conhecer as demais dependência desse digníssimo Ap.

    Responder
    • Oi!!! Nos apaixonamos pelo apê e pelo prédio.
      Mas dessa vez o tour tem um capítulo só, então não fotografamos mais espaços. hehe

      Responder