Para estar junto | Capítulo 2

No apê da Estéfi, os espaços abertos favorecem o convívio a todo tempo

Enquanto muitas reformas de apartamento buscam dialogar com a identidade do prédio — às vezes até como uma homenagem — a história do lar da designer Estéfi é bem diferente. Ela ama o bairro em que vive e adora o espaço proporcionado pelo apê, que conta com uma vista privilegiada da cidade de São Paulo, mas a verdade é que não se identifica muito com o estilo neoclássico do edifício onde mora. Por conta disso, o desejo de construir uma linguagem mais moderna e descontraída foi o ponto de partida para a obra que transformou o imóvel.

Junto com o marido Pedro e o filho Téo, Estéfi leva uma vida bem-humorada, priorizando os momentos em companhia da família e amigos. Dessa forma, a demanda por interação foi também importante para a reforma, que integrou de maneira orgânica toda a área de convívio. “A cozinha original quase não tinha bancada e reservava um espaço de copa muito grande e desproporcional. Alteramos totalmente o layout para que ficasse mais funcional e atendesse à nova condição de estar à vista e aberta para a parte social da casa”, conta Rita, irmã da moradora e arquiteta responsável pelo projeto. Também na cozinha, uma mudança que fez toda a diferença foi a opção por uma esquadria de serralheria e vidro dividindo o ambiente com a sala de estar. Quanto aos revestimentos, os azulejos brancos de metrô eram um desejo antigo de Estéfi que foi, por fim, concretizado.

Na parte dos quartos, um corredor separa os cômodos mais íntimos dos espaços comuns. Como Pedro levanta muito cedo todos os dias para pedalar, retirar os guarda-roupas da área de dormir foi um ganho para a qualidade de sono de Estéfi, que não precisa mais lidar com a luzes acesas e o barulho das portas de armário enquanto ainda dorme de manhã. Para isso, um terceiro quarto foi transformado em closet e é acessado por meio de uma porta de correr.

Outra demanda essencial para a designer foi a criação de um espaço de trabalho também no quarto do casal. Seu ofício, aliás, está completamente ligado com sua rotina como mãe e moradora do apê. Estéfi conta que desde cedo começou a envolver seu filho Téo em sua rotina de criação, oferecendo a ele a possibilidade de se relacionar com os materiais que ela usava em casa, como tecidos, papéis, botões e tintas. Desse costume entre mãe e filho — de brincar com materiais simples e reutilizados — surgiu o blog Estéfi Machado, em que ela compartilha ideias de crafts para crianças. Apesar de amar a vida profissional que se desdobrou de tudo isso, ela não esconde o seu maior orgulho: “A melhor conquista nessa trajetória toda foi, com certeza, a ligação que criei com meu filho. Nossa troca é inteira e verdadeira e vai ser levada pro resto da vida”, ela conta.

No quarto de Téo, que atualmente tem 11 anos, a decoração transita entre um universo lúdico e de responsabilidades. “Ele ainda brinca bastante, mas já faz muita lição de casa, então a gente quis deixar um ambiente que abarcasse esses dois mundos. Onde ele pudesse escrever, desenhar e ao mesmo tempo deitar no chão e fantasiar com os brinquedos”, diz a mãe. A ideia da parede pintada foi dela, com aprovação do dono do quarto, é claro. Já a marcenaria, pensada por Rita, ajudou a agregar funcionalidade de maneira leve e divertida.

Mesmo com apenas cinco meses desde a mudança, o lar de Estéfi já recebeu muitas visitas e carrega memórias de diversos momentos. A tendência, é claro, é que as boas recordações se multipliquem com o tempo. O prazer em ter a casa cheia de movimento, pessoas e vida acompanha a moradora desde a infância, como um legado de quando ainda vivia com os pais. Para ela, o sentimento de estar em casa é o de pertencimento: “É olhar pra cada coisinha e saber que elas dizem sobre momentos que vivi. É chegar no final do dia e saber que eu sou daqui”.

Fotos por Luiza Florenzano

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Adoramos seus comentários! ❤️ Conte pra gente o que achou:

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 17

  1. Olá. Parabéns História de Casa pelo site. Qual é a cor da parede do quarto de casal no tom de verde, por favor?

    Responder
    • Oi Ticiano, tudo bom?
      Eba, que alegria, obrigada!! Na verdade é um cinza mesmo.
      Chegamos a pedir o nome da referência da cor para a Estéfi, mas ela acabou não passando, então não temos! 🙁

      Responder
  2. Olá! Lindo esse apto!
    Podem me informar, por gentileza, qual é a tinta verde/fendi da parede atrás da cama de casal? E o azulejo azul do banheiro?
    Muito obrigada! Amo esse site….

    Responder
    • Oie, tudo bom?
      Ficamos surpresas com esse apto também, é lindo demais!
      Estamos tentando descobrir as infos que pediu, tá?
      Beijos

      Responder
  3. Eu estava desconfiando disso mesmo, mas achei melhor confirmar… Obrigada!

    Responder
  4. Queridas, vocês sabem dizer de onde é a pedra da bancada da cozinha? Amei e queria indicar pra um cliente

    Responder
    • Oi Adriana, tudo bom?
      A bancada é de ardósia. Temos visto várias casas com esse tipo de pedra na bancada. Beijos

      Responder
  5. Casa mais linda e cheia de luz, transmite uma paz toda essa organização. É sempre uma grata surpresa quando abro o e-mail e tem lá Histórias de Casa
    amooooooooooooooooo!!!

    Responder
  6. que delicia de apartamento!

    De onde é o gaveteiro do quarto do Teo? Ele é feito de papelão?

    Responder
    • Oi Naiara, tudo bem? A Estéfi comentou que essa peça é um protótipo da Crafta, mas não sabe se eles vendem. Vale checar 🙂 bjs

      Responder
  7. Uau, que casa linda!! Parabéns aos donos cheios de criatividade. Amei!

    Responder
  8. Ah, sim! eu adorava essa loja! Obrigada, meninas! <3

    Responder
  9. O mancebo do quarto é de onde?

    Responder
  10. Que casa linda! <3 No banheiro o poster das vitorias régias é de onde? Muito lindo! Adoro o trabalho de vcs, meninas! <3

    Responder
    • Oi Carol, Esse pôster é bem antigo. Foi comprado em uma loja chamada leite.com, mas eles fecharam! bjs

      Responder