Força de expressão | Capítulo 1

Uma casa excêntrica, com muitas texturas naturais e clima leve

Uma casa e todas as memórias que ela guarda não podem ser resumidas de uma vez só, então por aqui fazemos diferente. Ao invés de concentrar todos os detalhes e fotos em uma única matéria, criamos pequenos capítulos para que você possa curtir essa visita durante vários dias. É só acompanhar a ordem pelo título dos posts e apreciar o passeio sem se preocupar com o relógio.

Há exatamente um ano, a designer Guta e o empresário Marcel abriam as portas de sua primeira casa juntos. Depois de uma longa procura por um imóvel que tivesse espaço suficiente para as necessidades de ambos, eles enfim encontraram uma casinha charmosa no Jardim América – com direito a jardim e tudo. O lugar ainda não estava perfeito, mas logo se tornaria o lar aconchegante sonhado pelo casal. Guta, que sempre teve uma identidade forte na decoração, acabou tomando a frente do assunto e pensou em cada detalhe. Quem diria que em pouco tempo ela conseguiria criar um refúgio tão cheio de histórias?

Na verdade, o estilo do Marcel é diferente do dela, mas a designer encontrou uma boa estratégia para equilibrar a balança: “Como não morávamos juntos antes, combinamos de ele eliminar 5 coisas minhas que não gostaria de ter em casa. E eu selecionei as 5 coisas dele! Assim chegamos em um consenso para nós e nosso lar”, ela explica. Aos poucos, Marcel foi também aprendendo a gostar e aceitar as escolhas de Guta. No fim, parece que tudo o que os dois trouxeram de seus antigos endereços foi se encaixando ao novo espaço.

A casa já tinha uma boa configuração, mas mesmo assim o casal quis fazer adaptações e deixá-la ainda melhor. Para isso eles contaram com a expertise do Mestisso Arquitetura, que, entre outras coisas, ajudou a definir a distribuição dos móveis e objetos pelos cômodos. Na sala, por exemplo, uma viga metálica foi inserida para reforçar a estrutura e assim permitir que o vão entre os cômodos ficasse totalmente aberto. A cozinha também ganhou portas de correr, então a sensação de integração é ainda maior.

Basta um simples passeio pela casa para perceber que Guta foge de uma decoração óbvia ou combinada demais. Para ela, quanto mais criativa e misturada, melhor, por isso a maioria dos móveis foi garimpada. Além da estética, esses garimpos carregam histórias e lembranças. Um dos itens queridos é o banco em formato de jacaré usado abaixo da televisão. “Mandamos trazer de caminhão de São Miguel dos Milagres, em Alagoas. Tem um valor afetivo grande para nós dois!”, ela conta. Nessa lista entram também as luminárias vintage herdadas do tio-avô de Marcel; um baú de brechó que a moradora adora; e as coleções de leques e chapéus trazidos de viagens. “Eu amo fibras naturais! Acho que dão aconchego. E amo tapeçaria”, diz.

A sala de jantar, que até outro dia era considerada por Guta um ambiente meio frio e sem vida, ganhou fôlego novo após a instalação do painel com estampa de selva da marca branco. papel de parede. O painel é uma criação da estilista Adriana Barra, amiga pessoal da moradora. “Eu admiro muito o bom gosto dela, e quando vi esse papel já imaginei que ele ficaria perfeito na nossa sala. Vou demorar para superar minha paixão por ele”, ela brinca. O impacto foi tão grande que agora o casal até passou a utilizar mais o espaço.

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

No fim, a maioria dos móveis é de Guta, assim como os detalhes mais extravagantes da decoração, mas Marcel também teve seu principal desejo atendido: uma mesa de som em posição estratégica para embalar os almoços e jantares entre amigos. Segundo o casal, seu lar passa uma sensação de conforto e faz com que as pessoas se sintam à vontade – e isso é o que eles mais queriam. “Essa casa pra gente foi uma conquista. O Marcel se dedicou por inteiro na obra. Fazer um almoço aqui, receber os amigos e vê-los felizes em nosso jardim faz com que nossa casa seja um lugar de reunir pessoas queridas em momentos especiais!”, contam. * Ei, quer continuar essa visita? Fique ligado no Capítulo 2 para não perder mais detalhes. 

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia

CONTINUA

ONDE ENCONTRAR

PEÇAS INSPIRADAS NESSA HISTÓRIA

Leave a Reply to Maria Elaine Cancel reply

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.


COMENTÁRIOS # 2

  1. Bela casa! A cestaria, o artesanato e a natureza deixam tudo aconchegante, natural e harmonioso! Uma casa bem brasileira com pitadas étnicas! Massa!

    Reply
  2. Essa casa da Guta e Marcel é aconchego puro . Parece q vc esta na sua própria casa . Uma delicia de ambientes .

    Reply

NOS VEMOS NO INSTAGRAM
@historiasdecasa