Mudanças bem-vindas | Capítulo 2

Uma decoração acolhedora feita com achados e peças de família

Mais do que ter uma casa bonita, importante mesmo é ter uma casa que faça sentido para quem vive nela – e foi exatamente esse o intuito de Fernanda e Cesar ao reformar esse imóvel antigo em São Paulo. “Eu acabo me envolvendo mais na decoração e gosto muito de mudar as coisas de lugar. A princípio meu marido fica um pouco desesperado, mas depois que ele vê tudo pronto, se apaixona. Já Maria, minha filha, me puxou e também adora essas pequenas transformações.”, revela a moradora. Para descobrir todas as invenções de Nanda no apartamento e entender o comecinho dessa história, veja o Capítulo 1.

Já fazia um tempo que Nanda estava pensando em fechar seu escritório e trazer, literalmente, o trabalho pra casa, então quando ela e o marido encontraram esse apê com uma sala ampla, a figurinista enxergou a oportunidade de montar seu home office com tudo o que precisava. O espaço ocupa a área de um dos quartos originais, cujas paredes foram substituídas por esquadrias de ferro pintadas de cinza e as cortinas que a moradora tanto ama – assim ele pode ficar isolado quando necessário. Na parede de fundo as cortinas aparecem novamente, porém dessa vez para esconder o grande acervo de roupas que Nanda utiliza em suas produções.

“A ideia era compactar um pouco a vida e ficar mais perto da minha família, então acho que essa mudança foi uma coisa boa. Com essa rotina cheia de horários, assim consigo curtir um pouco mais a casa. Também era importante que o escritório fosse bem delimitado. Como trabalhamos com roupas, gosto de ter um limite para elas: quando não cabem mais nos armários e araras, é hora de fazer um bazar ou doar.”, explica.

26-decoracao-atelie-escritorio-cortinas-rosa-armarios-cinza

27-decoracao-atelie-figurinista-nanda-sansone-cortinas-rosa

28-decoracao-atelie-figurinista-nanda-sansone-cortinas-rosa

29-decoracao-atelie-figurinista-nanda-sansone-cortinas-rosa

30-decoracao-atelie-figurinista-nanda-sansone-cortinas-rosa

31-decoracao-corredor-armarios-pintados-cinza-tacos

O imóvel tinha originalmente quatro dormitórios, mas Nanda sabia que precisaria apenas de dois, então ela e o marido decidiram abrir um desses cômodos para ampliar sua suíte, criando assim um grande quarto com muita luz natural e armários de sobra. A moradora ainda quer fazer melhorias na decoração, porém o ambiente já está bastante acolhedor e repleto de heranças de família, como os tapetes, a escrivaninha branca e algumas gravuras de Portinari que pertenceram a seu sogro. Uma das principais transformações aconteceu no banheiro do casal, renovado com revestimentos contemporâneos e elementos retrô.

32-decoracao-quarto-casal-escrivaninha-antiga-moveis-vintage

33-decoracao-quarto-casal-guarda-roupa-pintado-cinza-dourado

34-decoracao-quarto-casal-escrivaninha-antiga-moveis-vintage

35-decoracao-quarto-casal-escrivaninha-antiga-moveis-vintage

36-decoracao-quarto-casal-objetos-antigos-vintage

37-decoracao-quarto-casal-banheiro-suite-portas-correr

38-decoracao-banheiro-subway-tiles-piso-hexagonal-azulejo

39-decoracao-banheiro-subway-tiles-piso-hexagonal-macrame-plantas

Colorido e delicado, o quarto de Maria, de 12 anos, parece ter saído de um sonho – ou quem sabe de um conto de fadas moderno. A mistura de estilos e épocas presente no apê também aparece nesse espaço, a começar pela cama de madeira, comprada por apenas 150 reais em um brechó de móveis e restaurada com novas cores. A escrivaninha, outra peça especial, era do avô de Nanda e as estantes em formato de casinha acompanham a menina desde criança. Presa ao teto, a poltrona de balanço foi um pedido de Maria, que se encantou por um modelo parecido durante uma viagem com a mãe.

“Maria adora quando falo que vamos mudar seu quarto ou mexer na decoração. Sempre é uma delícia, um momento nosso, com várias lembranças. Trabalhei durante 10 anos com a revista Vogue Kids, então eu adoro o universo infantil e sempre amei montar os quartos dela com pequenos detalhes feitos por mim.”, conta a moradora. O banheiro com porta de correr e um espelho bem grande, por exemplo, foi uma ideia de Nanda para que a filha possa se divertir quando estiver se arrumando com as amigas.

40-decoracao-quarto-menina-cadeira-balanco-suspensa-verde-menta

41-decoracao-quarto-menina-verde-menta-cama-antiga

42-decoracao-quarto-menina-verde-menta-cama-antiga

43-decoracao-quarto-menina-escrivaninha-estante-forma-casinha

44-decoracao-quarto-menina-verde-menta-caixotes-organizadores

46-decoracao-quarto-menina-banheiro-integrado-tons-rosa

O apartamento de Nanda e Cesar une dois olhares: o lado prático, dos ambientes que se conectam e cumprem múltiplas funções, e o lado afetivo, dos móveis e objetos escolhidos com todo o carinho do mundo – não por seu valor estético, mas por seu significado. “Esse é um apê muito aconchegante, onde gostamos de receber os amigos, cozinhamos, dançamos e ficamos jogando conversa fora. Ele é despretensioso, cheio de lembranças por todos os cantos. Acho que é assim que a vida deve ser: simples, confortável, clara e com amor.”.

Fotos por Isadora Fabian, do Registro de Dia a Dia

Deixe uma resposta para Maria Cristina F Fernandes Cancelar resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


COMENTÁRIOS # 23

  1. Apaixonada por essa essa decoração!

    Responder
  2. Boa tarde, vocês poderiam me passar o contato do arquiteto Dudu Cabral? Grata Deborah

    Responder
    • Oi Deborah, tudo bom?
      O único contato que temos dele é um telefone que a moradora nos passou, mas não sabemos se está atualizado. Dudu Cabral: (11) 98335-3738
      Beijos

      Responder
  3. Maravilhoso!!!

    Responder
  4. Aproveitando e de onde é o carrinho do banheiro.

    Responder
  5. Casa maravilhosa! Qual o piso dos banheiros? Obrigada!

    Responder
  6. Não consegui esperar e comprei o Azul Generoso da Coral. hahahahaah Quebrou bem o galho lá em casa. Ficou super parecido.

    Responder
    • Hahaha! Que bom que deu certo, eba. Já podemos indicar essa cor numa próxima então.
      Valeu a dica. Beijos

      Responder
  7. E descobriram a cor (maravilhosa) da tinta? =)))))

    Responder
    • Oi Eleonora, tudo bom???
      Infelizmente não. Até checamos com a moradora, mas ela não tinha essa informação anotada. 🙁 Uma pena né?
      Beijos!

      Responder
  8. Adorei o apto e a cor usada nas portas e armários…você tem a referência?
    Abraços

    Responder
    • Oi Maria Cristina!
      Estamos tentando descobrir o nome da tinta, mas ainda não temos essa informação. Quando soubermos te avisamos por aqui.
      Beijos

      Responder
  9. Tudo bem, meninas? Seria possível saber o nome da cor dessa tinta das portas?

    Responder
    • Oi Adriane! Tudo bom?
      Estamos tentando descobrir o nome da tinta, mas a moradora ainda não nos passou. Assim que tivermos essa informação te avisamos por aqui.
      Beijos

      Responder
  10. Casa mais linda!!!
    Amei cada espaço

    Responder
  11. Gente!!!!! Que casa mais linda!!!!! Adorei as plantas em quase todos os cômodos!!!! A luz, linda, linda!!!!! Sem palavras!!!!!
    Sou apaixonada pelo olhar do histórias!!!! Um deleite para a alma!!!
    Fãnzona de vcs!!!

    Responder
    • Oi Carol!!! Que alegria ler esse seu comentário. Sempre publicamos casas que realmente nos deixam apaixonadas, e a casa da Nanda, em especial, tem tudo o que a gente mais ama… só podia dar certo né? Rs… obrigada pelo carinho!!! Beijão

      Responder
  12. ameiiiiiiiii, muito lindo tudo!

    Responder
  13. Parabéns. Lindo demais. Nem minimalista, tampouco cheio de excessos. Leve. Adorei!

    Responder
    • Falou tudo Adriane!!! Leve é a palavra perfeita para descrever essa decoração cheia de sentimento. 🙂

      Responder
  14. Adoro casas assim! Transmite um olhar cuidadoso e carinhoso. Nada com cara de loja! E esse quarto da Maria? Que coisa mais linda!

    Responder