Para a diretora de arte Fabiana, se mudar para um apartamento amplo e luminoso no Ed. Louveira representou mais do que simplesmente ganhar um novo endereço. Ter um espaço só seu, onde cada objeto guarda uma lembrança boa, a motivou a colocar em prática sonhos e hábitos adormecidos, como seguir um rumo diferente na carreira ou cultivar uma alimentação mais saudável. O apê traduz essa nova fase por meio de uma arquitetura limpa, sem maquiagens, e uma decoração com cores, estampas e texturas que atraem o olhar. Para não perder nenhum trecho dessa história, leia também o Capítulo 1.

Fabi é formada em publicidade e começou sua carreira no comando de uma agência, porém aos poucos a vida a levou para outros caminhos. Apesar de se interessar pelas causas sociais desde jovem, sua grande mudança interna aconteceu em 2009, após uma viagem à Índia. A experiência é encarada como um divisor de águas, pois foi quando ela percebeu o quanto as pessoas, as cidades e as marcas ganham quando se unem em nome de uma transformação social. Desde então Fabiana se dedica a projetos cada vez mais ligados ao coração, como campanhas, eventos e workshops que procuram tocar as pessoas e unir propósitos.

Foi assim que ela conheceu Marcelo Rosenbaum e se tornou a designer de toda a identidade visual do projeto A Gente Transforma, idealizado por ele, mas moldado por diversas mãos. Trabalhando lado a lado com comunidades dos quatro cantos do país na produção de peças cheias de significados e tradições, essa iniciativa propõe a valorização de técnicas ancestrais e dos próprios artesãos, despertando o potencial tanto do coletivo quanto dos indivíduos. Desde a sua criação o AGT já atuou em lugares como o sertão brasileiro e a floresta amazônica, e hoje muitos dos objetos produzidos por essas comunidades se espalham pelo apartamento.

24-decoracao-quarto-branco-janela-guilhotina-cabeceira-estampada

25-decoracao-quarto-branco-janela-guilhotina-cabeceira-estampada

26-decoracao-quarto-branco-frase-adesivo-preto-sobre-amor

27-decoracao-banheiro-branco-azulejo-metro-subway-tile

28-decoracao-banheiro-branco-bancada-torneira-industrial-cobre

29-decoracao-banheiro-branco-azulejo-metro-subway-tile

Importantíssimo para a moradora, seu quarto representa liberdade e conexão com a natureza. Não à toa, a decoração possui poucos elementos e cores, deixando a vista para as árvores tomar conta do espaço. Apenas o tecido étnico da cabeceira e a frase adesivada em frente à cama se sobressaem. O banheiro principal é um capítulo à parte: a bancada da pia foi desenhada pelo arquiteto Flavio Miranda e fica estrategicamente posicionada em frente às janelas de modelo guilhotina, uma das principais características do prédio. Tanto as torneiras quanto o chuveiro trazem um visual industrial, mas os acessórios de Fabiana suavizam o resultado e evocam seu lado mais feminino.

O quarto de hóspedes recebe visitas com frequência e a alegria das almofadas deixa claro que elas são muito bem-vindas. Uma cadeira antiga e um banco de metal servem como criados-mudos improvisados, enquanto a mobilete vintage vira peça decorativa. Tudo muito simples, mas extremamente aconchegante. No banheiro social, usado com menos frequência, Fabi se permitiu ousar com um revestimento na cor rosa que cobre todas as paredes – para se camuflar, a porta de entrada foi pintada em um tom muito aproximado. O ambiente é arrematado pela pia de ágata restaurada com tubulação de cobre à mostra.

30-decoracao-quarto-cama-no-chao-almofadas-coloridas-marimekko

31-decoracao-banheiro-lavabo-rosa-subway-tiles-azulejos-metro

32-decoracao-banheiro-lavabo-rosa-subway-tiles-azulejos-metro

33-decoracao-arquitetura-edificio-louveira-vilanova-artigas

34-decoracao-arquitetura-edificio-louveira-vilanova-artigas

O apartamento de Fabiana é testemunha de todas as histórias vividas por ela – não só as que aconteceram ali, mas as de sua infância, as de seus antigos endereços e até as que se passaram em outros lugares do mundo, como o Marrocos, o Japão ou a Amazônia. Seu trabalho, vibrante e apaixonado, também mora ali, refletido na forma como ela arranja os objetos, mistura as cores, escolhe as estampas… Cercada de vida por todos os lados, Fabi não poderia desejar um lugar melhor para morar, por isso ela nunca perde a chance de demonstrar seu carinho pela casa.

Fotos por Alessandro Guimarães