Essa matéria foi produzida em parceria com a SouQ, uma loja feita para quem não resiste a peças étnicas, objetos criativos e muita cor! Produtos orientais e estampas exuberantes também fazem parte do DNA da marca, que oferece opções bacanas de vários estilos, entre eles o bohemian chic. Como nós também adoramos uma casa diferente e de encher os olhos, a história dessa semana tem um gostinho especial. Vem conferir…

A estilista Giulia, de 25 anos, não é uma mulher que passa batido na multidão – provavelmente uma herança de sua mãe, a também estilista Candy Brown. Ousada e sem medo de errar, ela conseguiu traduzir sua personalidade vibrante em um apartamento colorido, pouco óbvio e pontuado de referências étnicas, como pufes trazidos do Marrocos, almofadas artesanais e pequenos mimos. Em um charmoso prédio antigo no bairro do Jardins, o imóvel de 150m² é alugado, porém quem passa por sua porta pela primeira vez jamais diria isso. De fato, os espaços parecem tão pessoais e singulares que fica difícil acreditar que a moradora está ali há apenas dois anos e meio.

Sem querer se comprometer com grandes investimentos, Giulia realizou uma mini-reforma bem objetiva antes de ocupar o endereço: pintou as paredes de verde-água, encomendou novas cortinas e mandou instalar aparelhos de ar-condicionado nos principais ambientes. Pronto. Essas simples mudanças transformaram o apê, trazendo à tona o clima alegre e relaxante que a estilista tanto queria. É claro que a vista para a copa das árvores e a varandinha estreita que se prolonga por toda a extensão da sala também têm seu mérito – aliás, foi isso o que fez Giulia se apaixonar pelo apartamento em primeiro lugar.

02-decoracao-hall-entrada-comoda-vintage-flores-etnico

03-decoracao-hall-entrada-flores-moldura-dourada

04-decoracao-etnica-potes-osso-caixinhas-indiana

05-decoracao-etnica-enfeite-parede-ceramica-flores

06-decoracao-sala-estar-quadros-etnico-boho-bohemian

07-decoracao-sala-estar-livros-potes-etnico-souq

08-decoracao-sala-estar-sofa-manta-parede-azul

09-decoracao-sala-estar-mesas-laterais-flores-dourado

10-decoracao-sala-estar-detalhes-mao-dourada-flores

01-decoracao-sala-estar-cores-boho-etnico-bohemian-cores

11-decoracao-sala-estar-quadros-parede-azul-verde-agua

12-decoracao-sala-estar-detalhes-cinzeiro-etnico

13-decoracao-sala-estar-parede-azul-almofadas

14-decoracao-sala-estar-mesa-lateral-etnica-marroquina

19-decoracao-retrato-giulia-brown-alterio

15-decoracao-sala-estar-livros-etnico-boho-bohemian

16-decoracao-sala-estar-poltrona-prateleiras-suspensas-etnico

17-decoracao-sala-estar-detalhe-plantas-dourado

18-decoracao-sala-estar-buda-enfeite-etnico-bohemian

“Amo misturar o antigo com o novo e gosto de ter a casa cheia de coisas.”, revela Giulia. Isso explica porque cada cantinho do apê foi decorado com inúmeros objetos, quadros e livros – tudo sem muita ordem, mas formando composições de encher os olhos. Quase todos os móveis vieram de família, então sua ligação afetiva com as peças é forte, principalmente com o lustre de cristal da sala, que pertenceu a seu avô. A mesa de jantar, recém-coroada com um pendente de diversas cúpulas e braços, é outro item querido que ganhou destaque graças à sua disposição no cômodo e à profusão de molduras nas paredes a seu redor.

Desde que saiu da casa de sua mãe, Giulia pôde testar diferentes configurações de layout. Na mais recente delas a televisão foi parar na parede central, as mesinhas de centro de mármore foram empilhadas para formar um rack improvisado e o biombo espelhado agora completa o hall de entrada. Isso porque, além de tentar resolver os espaços da melhor maneira possível, a estilista viu o número de moradores do endereço triplicar nos últimos meses. Primeiro veio seu namorado, o galerista e arquiteto João Azinheiro. Depois foi a vez de Elza, uma cachorrinha da raça Cavalier King Charles Spaniel que está com o casal há menos de três semanas e já virou o terror dos tapetes estampados, também heranças de família.

19-decoracao-sala-estar-estante-prateleiras-poltrona-almofadas

20-decoracao-sala-estar-estante-enfeite-abacaxi-prata

21-decoracao-sala-jantar-molduras-quadros-suculentas

22-decoracao-sala-jantar-molduras-quadros-suculentas

23-decoracao-sala-jantar-cadeira-ikat-buffet-quadros

24-decoracao-sala-jantar-lavabo-molduras-quadros

26-decoracao-lavabo-etnico-parede-enfeites-bohemian

27-decoracao-lavabo-etnico-parede-enfeites-bohemian

25-decoracao-sala-jantar-cadeiras-quadros

28-decoracao-apartamento-varanda-estreita-plantas

31-historias-de-casa-retrato-giulia-brown-alterio-moda

32-historias-de-casa-retrato-giulia-brown-alterio-pet

30-decoracao-apartamento-varanda-estreita-suculentas

29-decoracao-apartamento-varanda-estreita-ladrilho-hidraulico

Quem olha mais de perto os detalhes da decoração logo percebe o fascínio da moradora por lugares exóticos e repletos de tesouros culturais, como o Marrocos, a Turquia ou a Ásia. Aliás, se o estilo bohemian chic, tendência em alta no exterior, tivesse uma embaixadora por aqui, é bem provável que fosse a Giulia. Das muitas viagens que ela já fez, Japão e Egito estão no topo da lista, porém os acessórios étnicos são sempre bem-vindos em sua casa, independentemente de onde tenham sido garimpados. “Normalmente trago na bagagem um item de moda muito especial e algo bacana de décor. Se pudesse, juro que traria um avião cheio de coisas de cada viagem, mas a maioria não cabe na mala.” brinca.

Giulia diz que é bobagem pensar que um imóvel alugado não pode ter a cara de seus moradores. Segundo ela, basta reunir relíquias, comprar as peças certas e seguir a intuição para se criar um lar de verdade. Para continuar a se inspirar com os ambientes desse apartamento, não perca o Capítulo 2. 

Fotos por Luiza Florenzano

decoracao-footer-souq-etnico-historias-de-casa-01

CONTINUA